Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas

Lu Ivanike gentilmente me linkou no post “Atividade extra-curricular é obrigatória?” em que discute escolas, comunidades de orkut e a educação extra-curricular. Ela tocou em tantos temas que considero interessante que nem sabia por onde começar a comentar e meu texto lá ficou um post.

Eu sou totalmente favorável à continuidade da educação fora da escola, mas considero igualmente importante que a escola tenha esta abertura para vivência das crianças. Que os pequenos possam levar para a escola coisas interessantes – pertinentes ou não ao conteúdo – do seu cotidiano para que sua vida seja uma só e a escola deixe de ser aquele lugar anacrônico, fora da realidade. Cultura é Currículo e fico feliz quando a vejo inserida na vida das pessoas. Enfim, há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas.

Sobre o orkut, apesar de usuária ativa, me afastei das comunidades de pais e mães porque lá as coisas vão muito para o pessoal e as pessoas se escondem no anonimato. Um fórum aberto ou textos em posts, como fazemos, damos a cara a tapa e alcançamos um número maior de pessoas. E conseguimos crescer mais com o convívio!

Crédito da foto: Sérgio Roberto, no Stock.Xchng.
Zemanta Pixie
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook