destaque / empreendedorismo


Sempre vai dar tempo de você acha que ainda vale a pena.

Verdade, não?

Amanhã estarei com pessoas interessantes, mediando um papo valioso no evento promovido por amigos. E durante a semana, planejando tudo, estudando as debatedoras, pensando no mercado no qual nós quatro insistimos em nos manter, me vi envolvida em várias reflexões do tipo “valerá a pena?”.

quem sao os creators

Por que a gente não desiste e vai procurar um emprego?

Porque somos empreendedoras.

Segundo o dicionário,

Empreender é um verbo transitivo direto e significa (1) decidir realizar (tarefa difícil e trabalhosa); tentar; e (2) pôr em execução; realizar.

🙂

Se te interessou e você é do Vale do Paraíba, estarei na FAAP de São José dos Campos com Cynthia Le Bourlegat (Fala Mãe), Michelli Buzogany Eboli (Tinha que ser a Chell) e Nubia Veturiano (Lógica Feminina) no painel “Girl Power no Universo Creator”, um painel para falar de meninas no universo da criação, seus desafios e conquistas.

Evento gratuito que vai reunir todos os Youtubers, Blogueiros, Instagramers, Snapchatters e todas as tribos que produzem conteúdo para a internet no Vale do Paraíba.

Saiba mais aqui.

E agora sobre ser creator:

Quando você lê um post que gosta, dá um clique em curtir? Compartilha e indica para seus amigos? Conversa com quem escreveu ou gravou, deixando comentários?

Essas ações fazem toda diferença para quem produz conteúdo.
 
É isso, a Gi BuBa Balão e a Luh Testoni disseram tudo:

https://youtu.be/nFVWVACeixA
 
“A falta do SEU apoio afeta meu trabalho!
Sabe quando a pessoa para de produzir “pessoa morre” ai vem alguem dizer: nossa mais gostava tanto do seu trabalho…
Tem muita gente que larga tudo, não dá. Eu não me sinto apoiada.
O apoio é a diferença entre a pessoa parar ou continuar a produzir!
A maior parte desse apoio não te custa nada!
– compartilhar um vídeo;
– indicar para uma pessoa;
– comentar um post;
E para nós que trabalhamos com internet, é a diferença entre parar e continuar!”
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas