sustentabilidade


“A pior violência é a da invisibilidade.”
Gilberto Dimenstein”

 

Ontem, no primeiro dia do Fórum SWU, o painel “Inclusão e bem estar social para além de fronteiras culturais e econômicas”, com o jornalista Gilberto Dimenstein apresentou o projeto Bairro Escola, que nasceu na Vila Madalena em São Paulo.

Gilberto Dimenstein apresenta o fantástico projeto Bairro Escola na Vila Madalena #AvidaquernoSWU #ForumSWU

Através do Grafite e de outras atividades culturais, o projeto permite que os moradores do local possam “mostrar a sua cara” e seus talentos expondo sua arte nos muros e espaços públicos daquele bairro, tendo cono resultado a promoção de um “senso de pertencimento”, de identificação com aquele bairro.

Quem se encantou foi Aline Kelly (@alinekelly), que faz a cobertura colaborativa do fórum na equipe do #avidaquerNoSWU, que escreveu o texto que publicamos aqui.

Recentemente falei sobre a importância da Arte Urbana para a promoção da cidadania no Sustentável 2.0, acredito que utilizar de linguagens próximas às usuais do público que se pretende impactar é o melhor caminho para se iniciar um processo de mudança, pois possibilita que estes se identifiquem como parte da proposta, e tornem-se parte atuante e multiplicadora no processo de transformação.

O bacana é que a partir do momento em que se construiu uma rede que integrasse os moradores daquela região outras iniciativas se juntaram ao projeto, construindo uma rede de promoção de cidadania, qualificação e geração de renda através de instituições parceiras. A ideia deu tão certo naquele bairro, que agora é multiplicado em diversos outras localidades do país.

Como bem lembrou Gilberto Dimenstein “Capital Social é riqueza que deriva das pessoas trabalhando juntas por uma causa” e às vezes o que falta é possibilitar que esses talentos saiam dos “becos” e iniciem o processo de transformação de suas histórias.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas