Oficinas de cinema para “tweens” no Giffoni São Paulo Film Festival

Eu confesso que nunca tinha ouvido falar do festival italiano voltado para o público juvenil que promove a atuação deles enquanto jurados do festival, incentivando o desenvolvimento do senso crítico e interação com outros jovens, artistas e diretores de outros países. Mas ao receber um aviso da primeira edição do Giffoni São Paulo Film Festival, gostei e fiquei com vontade de levar os meus meninos para conferirem tudo no Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda (Barra Funda do Metrô).

O GFF tem suas raízes no sul da Itália, cidade de Giffoni Valle Piana. Sua primeira edição ocorreu em 1971 e durante sua trajetória abrigou jovens de mais de 54 países. A partir de ano 2000 foi instituída a rede Giffoni World Alliance, pela qual se permitiu expandir o evento para várias localidades. Esta rede tem como principal característica a capacidade de adaptação às novas culturas e realidades, criando pontes imprescindíveis para o sucesso do festival.

Para a edição brasileira foram selecionados cerca de 400 jovens de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos para serem jurados de 16 filmes nacionais e internacionais, com a temática de discussão focada num tema bem presente no cotidiano de todos nós: “O Amor”.

Ao longo dos dias do evento haverá exibição de filmes abertos ao público, sessões fechadas, incluindo pré-estreias, além de palestras e debates. No começo da noite, será promovida uma programação cultural com direito a shows, espetáculos e oficinas. A cada edição do Giffoni Film Festival uma nova temática é proposta. A última realizada em território italiano trouxe “Felicidade” como palavra chave, movimentando um grupo de 3 mil estudantes.

Tem sessões abertas ao público dos filmes Os DesafinadosGonzaga – De Pai para FilhoLisbela e o PrisioneiroO Contador de Histórias e Lixo Extraordinário. Mas o interessante mesmo é a programação de oficinas.

Uma das minhas dicas é a Oficina Construção de Personagem e Interpretação – Comparando Trios de Heróis: do Realista ao Fantástico, e Vice-Versa com Christian Petermann, que acontece nesta quarta, 30/01, das 19h às 20h30, no Auditório B. Veja como o jornalista e crítico de cinema apresentou sua proposta:

“Pretendo comparar dois trios de amizade no cinema para verificar como os personagens são construídos e quais as funções de cada um na história da qual participam. Como exemplo globalizado e que todos devem conhecer bem, usarei os três amigos centrais da franquia “Harry Potter”, que tem fonte literária. Do outro lado, para trabalhar com a cultura nacional, farei comparações com a aplicação realista da amizade entre dois jovens e a melhor amiga de ambos no interior gaúcho no juvenil “Antes que o Mundo Acabe”, de Ana Luiza Azevedo. Não mostrarei cenas de “Harry Potter”, é desnecessário, mas sim de duas a três rápidas cenas do filme brasileiro para ajudar no exercício interativo com os presentes de comparar as características e as ações/funções de cada trio de personagens em seu respectivo filme.”

Interessante, não?

E para quem só tem tempo quando a semana acabar, na sexta-feira, das 20h30 às 21h30, no Auditório A, tem um papo com a Banda Funclassic, grupo de produtores que mescla gêneros diferentes para ver o resultado final, no que eles chamam de “antropofagia brasileira de se apropriar de outras culturas”. O grupo se apresenta em atos, assim como as apresentações clássicas de orquestras, adotando – ao invés de instrumentos de sopro, percussão ou de cordas – temos notebooks, controladoras, pads e vinis. Bem ao estilo desta nova geração, não? Confira abaixo um dos shows deles.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.