Fugindo do calor na montanha

20111227-122356.jpg

Com um céu destes, araucárias, hortênsias e ar puro montanhês, como não ter um bom dia? 🙂

[update]

Gostaram da imagem da manhã? É nosso destino nesta última semana de descanso em 2011. Na semana passada aproveitamos a praia (em Ubatuba, balneário sobre o qual quero comentar num post por aqui) e desta vez decidimos fugir do calor.

Monte Verde é um distrito do município de Camanducaia, em Minas Gerais, mas pertinho de São Paulo (168 quilômetros, sendo 30 deles em estrada íngreme). Como está a 1554 metros de altitude, a natureza e o frio na temporada de inverno são grandes atrativos para o turismo e neste verão resolvemos fugir do calor por uns dias vindo para cá.

20111227-201156.jpg

Acertamos. O clima tropical de altitude, com características de clima subtropical devido ao seu relevo montanhoso, garante verões amenos e chuvosos. Hoje passeamos na montanha, fazendo uma das trilhas mais leves da região, uma caminhada de pouco mais de 300m em busca da vista do Platô de Monte Verde, que fica a 1920m de altitude. Foi um passeio agradável e tranquilo, do qual fiz muitos fotos e até um filme em time-lapse (daqueles que mostram o tempo passando rapidamente) enquanto caminhávamos. A trilha é bem família, permitindo a saída de um nível mais alto (um café a 1612m onde podemos deixar o carro e que atende bem nas refeições e uso de toillete na volta) e não exige mais do que bons tênis de caminhada, roupa confortável e água potável para refrescar. Lá no alto filtro solar e um boné podem úteis, mas na trilha a mata è em fechada e não há necessidade de nenhum deles – nem meus óculos de sol usei.

20111227-201744.jpg

Na volta, vejam só as vantagens do verão na montanha: os meninos brincaram muito com o papai na piscina e, quando a temperatura começou a cair (ela despenca, coisa de dez graus, no mínimo, quando o sol se põe), entramos e comemos marshmallow na lareira do chalé. Só mesmo nesta “Suíça Mineira”” cidade fundada por imigrantes da Letônia e que tem um pouco do Sul em seus costumes e clima.

20111227-202312.jpg

Creio que contarei mais nos próximos dias, massa por enquanto, fica a dica de que o passeio é daqueles que devemos agendar e fazer. Recomendamos muito!

[/update]

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook