Formando um bom futuro marido

Quem não quer um moço assim?

Na imagem tem trocas de mensagens minhas com #aos12 que merecem fazer parte da série “formando um bom futuro marido” e mostram que é um doce ter filho grande que vai à feira na rua de casa enquanto você faz o almoço.
🙂

Prova de que ensinar a comer bem (para diferenciar rúcula e almeirão), apreciar a companhia nas compras, construir autonomia e fazer parte do time nos projetos (mesmo os preparos mais simples) resultam numa parceria deliciosa.

A vida feliz é feita destes pequenos momentos que, quando se tornam rotina, fazem todos os dias serem leves não é mesmo?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook