cultura web

No último Café Com Blog alguns colegas blogueiros me sugeriram começar a escrever para desmistificar as ferramentas de blogs para as meninas. Foi piada do Guilherme Valadares, mas creio que o Anderson Costa e o Gabriel Tonobohn apoiaram com seriedade. Valadares deve ter falado porque às vezes eu sou a única menina no clube do bolinha da blogosfera empresarial e porque nos eventos, quando estou de papo com outras meninas, é sobre plugins, redes sociais, etc.

Há pouco a querida Fernanda, do Mãe e Muito Mais, me disse que eu sou a maior geek que ela conhece (Quem me dera! Fiquei honrada com o elogio 🙂 ) e me pediu uma dica. Queria saber se tinha uma ferramenta para ela saber quais posts do seu blog são mais visitados. Ela tem blog no Blogger (onde eu também comecei e ainda mantenho o Conversas (Virtuais) de Cozinha com algumas amigas) que não tem aquela dashboard do WordPress que dá algumas destas informações. Por conta da pergunta dela, resolvi começar a minha série para quem bloga sem compromisso, mas nem por isso pretende deixar as boas ferramentas de lado.

Não sou nem pretendo ser especialista em tecnologia, sou uma geek curiosa com tudo e, como a maioria dos blogueiros, aprendo tentando e errando (às vezes acertando) e trocando muita figurinha com amigos. Para saber que posts estão sendo mais lidos, quais referências eu tenho e outros detalhes dos meus leitoes (como o navegador que usam, o país de onde logam) eu uso um plugin chamado Firestats. Mas se o seu blog não pode ter plugins na área administrativa, o conselho que eu dou é se inscrever no google analytics. Eu o fiz há pouco tempo – o que deixa as agências meio doidas comigo quando me pedem media kit – mas tenho achado eficiente. Pena que a diferença de leitores que ele e o Firestats registram é imensa! (No meu o Analytics dá uma quebra de 50% em relação ao Firestats. Pedirei ao Helton que explique nos comentários os motivos e se tiver mais “universitários” de plantão, por favor, se manifestem)

[update 2009] Descobri, com amigos que trabalham com segurança na web, que o Firestats deixa o blog vulnerável a invasões além de, que horror, sobrecarregar o servidor. Uma opção é o StatCounter, mas ele é em inglês.

Conselho de uma das amigas:

Já vi gente sendo obrigada a mudar de host por “excesso de consumo de CPU”, quando na verdade foi só tirar uns plugins que a coisa voltou a fluir normalmente. Ah, esqueça plugins que geram estatísticas dentro do próprio WordPress, esses sim são devoradores de CPU.

E foi ela quem ratificou uma dica de contador seguro para visitações: http://getclicky.com. Ele é otimo e ainda tem opção da interface 100% em português.

#ficaadica

[/update]

É só acessar com sua conta google (mas pode ser outra conta se não tiver gmail, pois já fiz num e-mail empresarial sem problemas) e inscrever seu blog lá. Você terá que instalar um código para verificação, como aquele do Blogblogs (outra ferramenta que todo blog, mesmo o mais amador, deve ter instalada) e voilà. 🙂

Posts Relacionados

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas