Financiando transformações é o tema de plenária aberta e gratuita nesta noite no GIFE

20140319-161919.jpg

Um dos principais atributos do investimento social é sua capacidade de inovação. Construído a partir de relações colaborativas, o investimento privado conta com a vantagem imediata de poder arriscar, pelo desejo de encontrar soluções inovadoras para problemas complexos, articulando saberes de diferentes campos em combinações inusitadas. Nessa busca, o risco passa a ser um componente integrante de sua atuação, abrindo espaço para aprendizado e compartilhamento contínuos e, portanto, para a inovação.

Como o investidor social pode ser inovador na forma de financiar a atuação social? De que forma o financiamento pode provocar transformações efetivas? Qual a relação entre o apoio a organizações e o fortalecimento da democracia? A prática de investir por meio de doações não se estabeleceu ainda no Brasil e há fortes questionamentos sobre a sua eficácia e capacidade de provocar mudanças.

A partir da experiência de uma das maiores fundações do mundo, a sessão pretende discutir estratégias de investimento e formas de relacionamento entre investidores e organizações da sociedade civil que buscam promover transformações sociais.

Chris Stone, da Open Society Foundations, estará com Sean McKaughan, da Fundación Avina, no Congresso GIFE e tratará do tema nesta noite em plenária aberta e gratuita. Aproveitem!

P.S. Chris Stone é especialista internacional em reforma de justiça criminal e governança de organizações sem fins lucrativos e presidente da Open Society Foundations. Na quinta-feira ele conversará com alguns convidados do congresso sobre o papel de investidores sociais como a Open Society Foundations no fortalecimento da democracia e na promoção de justiça social.

O @avidaquer é um dos blogs parceiros oficiais do evento e convidamos todos a nós acompanharem por aqui, pela fanpage e pelo instagram, pensando no investimento social como parte de um sistema mais amplo de economia social.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.