Filtros artísticos comunicam sentimentos #smartcamera

Mania de muita gente, o uso de filtros para as imagens que compartilhamos na internet é frequentemente alvo de preconceito. Como antigamente se fazia com o Photoshop, programa que virou verbo (photoshopar) e sinônimo de quem quer alterar as imagens para ficar bem na foto, os filtros passaram a ser um recurso execrado por muitos, acusado de ser usado por quem quer deixar os momentos mais bonitos do que efetivamente foram.

Sinceramente vejo aí uma verdade e, ao mesmo tempo, um pressuposto equivocado. Usamos os filtros para deixar as lembranças mais bonitas, mas eles servem também para transmitir nossos sentimentos com relação ao momento ou situação. Um dia mais caloroso em família, um momento romântico com seu amor, a euforia de uma festa ou da vitória do seu time, cada coisa tem mesmo uma cor diferente aos nossos olhos emocionados. Se podemos compartilhar tudo em tempo real nas redes sociais, por que não abusar destes recursos para fazer com que as imagens pareçam ter mais ou menos cor, mais a nossa cara?

Vejam as fotos que posto abaixo e que mostram como pequenos ajustes podem fazer toda diferença. Se eles são feitos em segundos, na máquina (sem precisar abrir programas no computador), ajudam muito. E mais ainda quando podemos compartilhar por wi-fi sem cabos, né?

Esta foto não tem filtros, está boa, mas com os filtros (na montagem abaixo usei três deles) a foto fica muito melhor.

Da mesma forma foi com esta tela de computador com mensagens. Vejam que diferença quando usamos filtros para destacar o que importa:

E deixo aqui duas dicas para blogueiros: se eu já tinha provado que a Smart Camera é ótima companheira para eventos por conta do zoom óptico de 21X e o wi-fi, ela ganha um plus por melhorar as fotos antes de subirmos para o Facebook. Aproximar as fotos e deixá-las mais atraentes, criando até algumas montagens com fundos prontos que podem dar um “up” em qualquer post.

E para quem tem blog de gastronomia vale ver o que os filtros fazem com as fotos do preparo e finalização dos pratos! Ficam lindos e os mesmos filtros de cor estão disponíveis no botão que produz vídeos, ampliando muito as possibilidades de uso!

Mas o melhor, sem dúvida, é o que cria filmes curtinhos enquanto faz a foto artística! Vejam esta abaixo e “morram de fofura”! Quem não quer criar instantâneos do cotidiano o tempo todo assim?

Gostou? As fotos (fora das montagens, para verem uma a uma) estão nos álbuns no Facebook e Google+. E leia os posts com outros testes da câmera: Aproximando os momentos sem atrapalhar nem fazer feio na cena e Quando a arte exige talentos especiais dos fotógrafos de final de semana.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.