Fenômeno Michael Jackson na sucessão de Lula?

dilma parece um publieditorial

Hoje ao ver uma foto da Dilma Houssef no jornal Valor Econômico eu pensei que ela parece o Michael Jackson: está cada dia menos parecida com ela mesma, ficando irreconhecível. E este trabalho que tem sido feito para maquiar a candidata favorita do Planalto para a sucessão de Lula tem tido menos efeito do que os interessados gostariam.

Numa pesquisa da CNI/Ibope divulgada ontem ela aparece como uma das maiores em rejeição, pois 40% dos entrevistados (universo de 2002 eleitores de 142 municípios) não votariam nela de jeito nenhum. A menor rejeição e maior popularidade ainda é, para tristeza do PT, de José Serra (60% votariam com certeza nele).

pesquisa eleitoral eleiçoes 2010 marina dilma ciro serra aecio heloisa 23-09-2009 10-57-59
clique na imagem para ampliar

Estamos ainda muito longe das eleições, mas as pesquisas podem mostrar que o brasileiro começa a perceber os candidatos em sua vida política como um todo (outro que cresce muito é Ciro Gomes, tradicional aliado de Lula, mas do PSB). Neste quesito tenho confiança de que Marina Silva poderá ganhar muita simpatia, tanto quanto eventualmente pode melhorar o desempenho Aécio Neves – ambos apareceram de forma enfraquecida na pesquisa, mas pelo trabalho que fazem seus colaboradores e entusiastas nas mídias sociais, uma virada deles pode ocorrer. Marina já foi considerada o Obama do Brasil – aliás, numa reportagem interessante do suplemento de final de semana do próprio Valor Econômico.

marina silva é o obama do brasil
clique na imagem para ampliar

Apesar da força que o Bolsa Família tem por aí, espero que a população seja capaz de votar sem cabresto (sem medo de perder estes direitos adquiridos) e igualmente que vejamos na mídia matérias que se assemelhem a “publieditoriais” (coisas forçadas como esta legenda da foto de Dilma, ilustrativa de uma matéria do Pré-Sal) e que não sejamos bombardeados por fenômenos de mídia como foi Fernando Collor de Melo quando Caçador de Marajás.

1989...
1989...

[Eu tinha a idade do meu filho quando o avô de Aécio, Tancredo Neves, foi um dos ícones das Diretas Já e as reportagens desta época foram objeto de uma coleção, um verdadeiro clipping, outra demonstração da força da mídia.]

P.S. Nosso povo ainda precisa de instrução para entender como pode melhorar o país. Vejam este quadro no qual as pessoas da pesquisa responderam quais consideram que seriam prioridades para o próximo presidente: saúde (49%), educação (44%), empregos (35%), segurança/violência (30%), drogas (19%), combate à corrupção (18%), salários (15%), fome/miséria (13%), habitação (8%), agricultura (7%), custo de vida/preços (7%). Notem que ficam por último ambiente (6%) e (pasmem!!!) desenvolvimento e crescimento econômico (6%), que só não perderam para os programas sociais como Bolsa Família (4%).

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook