Febre amarela

Soube no Luz de Luma que os Amigos da Blogosfera fizeram a proposta da blogagem coletiva sobre a Febre Amarela. Sabem, não sou afeita à área biológica e não me sinto apta a escrever sobre o tema. Mas ele me preocupa, pelo que significa em termos de descaso com a saúde pública (e a população), com o que pode significar se fizer uma “dobradinha” com a dengue e, de forma mais egoísta, com os riscos que corre meu marido, que viaja para o Mato Grosso e outras paragens distantes para pescar.

Por conta das viagens, lembrei de um aviso que recebi de uma agência de viagem sobre a febre amarela e repasso:

A vacinação contra febre amarela, além de evitar esta grave doença, tem sido uma exigência para os viajantes que se deslocam para áreas infectadas. Uma pessoa somente estará imunizada contra febre amarela, se vacinada no prazo mínimo de 10 dias antes da viagem, no caso de primeira vacinação. Pessoas já vacinadas precisam apenas de um reforço e a imunidade é considerada imediata.
A vacina contra febre amarela é recomendada a todos os viajantes que pretendam visitar os seguintes estados brasileiros: Acre, Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

P.S. Li em uma notícia sobre a confirmação da décima vítima fatal por febre amarela uma animação que explica as formas de contágio, características e áreas de risco. Veja aqui.

[update] Os Amigos da Blogosfera, em agradecimento à participação na Blogagem Coletiva Sobre a Febre Amarela, listaram os participantes: Luma,OtherSide,Blog do Becher, Samantha Shiraishi, A melhor novela de todos os tempos do último verão, Leio o mundo assim…, Blogadão, Crazy Seawolf, 30eAlguns, Desabafos de Mãe – O blog, Crediario, UndBlog, Trivial – Blogue do Sérgio Grigoletto, Folha de Seu Paulo, Este ou aquele?, Puta Nhaca, Ajudando Natureza, Cláudia Pit, Blog Gdaro,Oscar-vg, Aprenda e Faça, Releitura

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook