destaque / entretenimento / relacionamentos

É comum começarmos o ano com palavras bonitas que, de alguma forma, possam definir uma estratégia para os meses que temos pela frente.

No Japão esta ideia é tão forte que há uma tradição especial: o Kakizome, ou “primeira escritura”, que normalmente acontece em 2 de janeiro, quando os japoneses costumam se sentar com seus pincéis e papel para escrever uma palavra ou frase auspicioso que encarna os seus desejos ou resoluções para o Ano Novo. Gosto do 約束, yakusoku, a palavra japonesa para “promessa” ou “compromisso” e, como não sei escrever em japonês, fiz as minhas resoluções e, antes que as colocasse na tela (escrever para mim é essencialmente usar uma tela, acho que minha mão nem consegue mais escrever muitas palavras sem ela!), encontrei estes votos que posto abaixo e dizem um bom tanto do que eu gostaria.

votos de ano novo de neil gaiman

“May your coming year be filled with magic and dreams and good madness. I hope you read some fine books and kiss someone who thinks you’re wonderful, and don’t forget to make some art — write or draw or build or sing or live as only you can. And I hope, somewhere in the next year, you surprise yourself.
(…) I hope you will have a wonderful year, that you’ll dream dangerously and outrageously, that you’ll make something that didn’t exist before you made it, that you will be loved and that you will be liked, and that you will have people to love and to like in return. And, most importantly (because I think there should be more kindness and more wisdom in the world right now), that you will, when you need to be, be wise, and that you will always be kind.”
(Li aqui journal.neilgaiman.com)

Tradução livre:

“Que o seu próximo ano seja repleto de magia e sonhos e boa loucura. Eu espero que você leia alguns bons livros e beije alguém que ache que você é maravilhoso, e não se esqueça de fazer alguma arte – escreva ou desenhe ou construa ou cante ou viva como apenas você é capaz. E eu espero que, em algum momento do próximo ano, você se surpreenda.
(…) Eu espero que você tenha um ano maravilhoso, que você sonhe perigosamente e escandalosamente, que você faça algo que não existia antes de você fazer, que você seja amado e que você seja querido, e que você tenha pessoas que te amem e que te apreciem de volta. E, mais importante (porque eu acho que deveria existir mais bondade e mais sabedoria no mundo agora), que você, quando você precisar ser, seja sábio, e que você seja sempre bondoso.”

É isso aí: um ano bom não precisa ser espetacular para os olhos e a medida dos outros, mas belo e justo na medida do seu coração. E vivido de forma que este coração se fortaleça durante o ano, a cada dia, a cada sorriso trocado, a cada abraço dado.

E vale lembrar John Lennon:

“A vida é o que acontece enquanto fazemos planos para o futuro”.

P.S. Sumi por muitos dias, eu sei. Peço desculpas para quem eventualmente passou pelo blog e não achou novidades. Mas resolvi exercitar a ideia do Digital Detox, passando minhas duas semanas de folga nas festas de final de ano sem computador, sem ipad e praticamente sem iphone. Estou surpresa porque (1) estou viva (risos), (2) o mundo continuou funcionando mesmo sem eu usar redes sociais (gargalhadas) e (3) senti saudade, mas estou feliz por estes dias (sorriso).

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas