entretenimento
Eu e @smiletic debatemos animadamente sobre a série, eu adorei Glee, ela, fã de HSM não! #maecomfilhos

Eu e @smiletic debatemos animadamente sobre a série, eu adorei Glee, ela, fã de HSM não! #maecomfilhos

Segundo o editorial desta semana do Mãe com filhos, a fixação por artistas faz parte de certa fase de amadurecimento das crianças:

“De acordo com psicólogos, a tendência de se ter ídolos durante o início da adolescência vem da necessidade de se criarem grupos de “iguais”. Ou seja, para se sentirem “parte”, os pré-adolescentes precisam ter turmas de amigos com algo em comum. Em muitos casos, essa identificação é, exatamente, o ídolo. Essa figura pública e inatingível (normalmente personificada em um ator, cantor ou esportista) será o motivo para que aquele grupinho desenvolva laços. Além disso, os especialistas destacam que, ao “adorar” esses ídolos, os jovens estão alimentando fantasias, o que é extremamente saudável e representa uma evolução do comportamento infantil, quando os pequenos fantasiam por meio de brinquedos e contos de fadas.”

Muito provavelmente quando passava de criança para adolescente você também idolatrava algum artista da época. Lembrei imediatamente que aos dez para onze anos tinha na parede a capa de um disco do Fabio Jr… risos. Depois veio a fase Menudo, A-ha, tantos outros. E quando meus amigos eram fanáticos por U2 e eu dizia que não gostava só para não ser igual?

Outro dia eu postei um video do Fiuk, filho do Fabio que agora entra para o elenco de Malhação. Foi engraçado ver a reação dos internautas jovens no meu canal do youtube e no meu blog. A novela já tem outros programas semelhantes (e que não se  lembra do sucesso de Rebelde, High School Musical ou Floribela entre as crianças?), mas ainda é um sucesso como era quando eu e meus irmãos tínhamos a idade dos personagens.

Fui mega fã dos Barrados no Baile por anos, minha irmã de Dawson’s Creek e não acho que ambos nos influenciaram tanto assim. E já saquei que estou em vias de ser fã de Glee, que estreou nesta semana na Fox. Assisti-a com meus filhos e gamamos no enredo, em especial no menino sensível que joga futebol e tem que escolher entre ser um babaca ou não ser popular. Não serão estas as escolhas que nossos filhos fazem todo dia? E nós, como temos nos saído nestas escolhas?

É assistir e aproveitar para ter momentos de reflexão em família. 😉

Você pode gostar também de ler:
“Misteriosa mulher é encontrada na Times Square, sem quaisquer lembranças de quem ela é e
Digite Blindspot em uma busca do Google e eis o que você vai encontrar de
O carnaval passou e a grana está justa e o cansaço bateu depois os excessos?
Série de TV super popular na minha infância, MacGyver é uma piadinha que mostra sua
Exatamente na semana em que comecei a usar um Windows Phone (o Nokia Lumia) chegou
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas