destaque / relacionamentos


No ano passado segui uma resolução de ano novo: toda semana tentaria estar com pessoalmente com pelo menos um amigo querido, uma daquelas pessoas com quem conversar por horas é um prazer e que eu nunca conseguia aproveitar por falta de (organização do meu) tempo.
Comecei o ano vendo uma amiga de infância que, vejam só, acabou mudando de país meses depois. Porque a gente se empenha, mesmo morando em cidades diferentes, ainda nos vimos mais uma vez antes da mudança.

Neste ano em que a cada levantada para respirar uma nova onda nos derruba, não consegui manter esse padrão de felicidade semanal. Mas não perdi a capacidade de ficar genuinamente feliz quando esses momentos acontecem.

Hoje estive com uma amiga querida e olha, da imagem aí, só faltou a cerveja! Mas nada que a gente não resolva amanhã porque o lado bom de acostumar a encontrar os amigos é que vira uma inércia positiva.

Recomendo!

Experimentem aí e depois me contem! 

Você pode gostar também de ler:
Madame, da California Filmes, se tornou um filme especial: é o primeiro que estamos combinando
É de praxe ver listas pelas redes sociais de filmes e séries legais que estão
"Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos e continuavam jogando um jogo
Apaguei um update no meu perfil pessoal do Facebook nesta manhã. Era um link no
Neste ano perdi um relacionamento da vida toda e que só ao terminar me mostrou
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas