cartas para o futuro / destaque / empreendedorismo / girl up!

  
Vim pro Social Good Brasil buscando “alimentar a alma” com gente que sonha e realiza, me inspirar com as iniciativas inovadoras “crowd2crowd” e para cumprir um compromisso: representar a mulher comum no painel Empoderamento Feminino: o que a tecnologia tem a ver com isso?

Quando me coloco como mulher comum não me deprecio não, viram? 

É que me honra fazer parte desse grupo de pessoas lindas que tem família, trabalha e mesmo assim arruma tempo para ser voluntária, de pensar no coletivo sem perder a noção do individual e que não aceita limites para o que acha que é capaz de fazer pelo mundo no cotidiano, numa experiência que não precisa de holofotes, prêmios ou cargos. 

A mulher cidadã é uma arma contra a desigualdade, a falta de oportunidade, a carência de empatia, a busca por significado. Ela faz e não espera para colher os frutos do trabalho, sente em frente porque acredita na semeadura e nas pessoas que estão ao seu redor. A mulher é um ser gregário e por isso capaz de grandes transformações sociais.

  
É sobre essa natureza que fala mais alto que hoje, às 14h, eu, Fernanda Bornhausen Sa, Anielle Guedes (Urban 3D) e Camila Achutti (Blog Mulheres na Computação) vamos para falar hoje no painel Empoderamento Feminino: o que a tecnologia tem a ver com isso?

  
Cola lá no streaming!

  


Estatísticas