destaque / educação / empreendedorismo / social good

Poucas semanas atrás, lá estava eu perguntando:

Como seria o mundo se os adolescentes participassem e fossem ouvidos?

Dias depois, eu estava num encontro onde líderes de igrejas pensavam como poderiam apoiar e fazer algo concreto pelos ODS, os objetivos do desenvolvimento sustentável.

https://www.instagram.com/p/BablWrUALLs/?taken-by=samegui

objetivos_desenvolvimento_sustentavel

Esses objetivos surgiram em 2015, quando vários países tiveram a oportunidade de adotar a nova agenda de desenvolvimento sustentável e chegar a um acordo global sobre a mudança climática. As ações tomadas naquele ano resultaram nos novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Os ODM foram estabelecidos no ano 2000 e tinham oito objetivos de combate à pobreza a serem alcançados até o final de 2015. Desde então, progressos significativos foram realizados:

  • A pobreza global continua diminuindo;
  • Mais crianças do que nunca estão frequentando a escola primária;
  • Mortes infantis caíram drasticamente;
  • O acesso a água potável expandiu significativamente;
  • As metas de investimento para combater a malária, a aids e a tuberculose salvaram milhões de pessoas.

De todos, eu admito, fico com o primeiro: erradicar a pobreza.

E como fazer isso sem pensar em economia e prosperidade?

Aqui entra o evento no qual estou neste final de semana, o  Encontro de Jovens transformadores (EJT), no qual vamos debater sobre os Pilares da Prosperidade.

Já estivemos no evento no ano passado e esperamos ansiosos por esta nova chance.

Quem são os jovens transformadores?

São quatro principais eixos para que uma sociedade possa prosperar no século XXI. Veja como eles se apresentam:

  1. Educação. O desafio do Brasil em educação é enorme. No EJT 2017 iremos trazer especialistas de diversas áreas da academia para debater sobre os principais aspectos que dificultam o desenvolvimento educacional do povo Brasileiro, o ranking do Brasil no PISA e em como podemos virar o jogo neste cenário.
  2. Emprego. A empregabilidade no século XXI está com os dias contados. Em um país com 14 milhões de desempregados, caminhamos para um futuro onde o emprego como nós conhecemos se tornará cada vez mais raro. Qual é o novo perfil de alguém que quer prosperar no mundo dos negócios? Como esse profissional deve atuar, se preparar e enfrentar os desafios do mundo onde a tecnologia irá substituir milhões de empregos?
  3. Empreendedorismo. Empreendedorismo é muito mais do que ter um CNPJ em seu nome! Aqui iremos debater com verdadeiros empreendedores como eles chegaram lá, qual foi o trajeto e os principais desafios. Se você pretende empreender ou é um empreendedor, nesta sala você encontrará muita inspiração, networking com ótimos mentores e provocações que vão te ajudar a avançar com seu negócio.
  4. Sociedade. Para nós não é possível discutir o futuro do Brasil sem passar sobre política, eficiência na gestão pública, uma justiça competente e uma sociedade que funcione a partir de poderes que convivem e cooperam. Nesta sala você encontrará líderes que estão transformando a nossa sociedade através da carreira pública ou social, que impacta diretamente na forma como nós agimos como sociedade. Se você sonha em poder colaborar com o Brasil através do setor público, esse é o seu lugar!

Iniciativa pioneira, esse encontro reúne jovens com altíssimo potencial de transformar realidades com um objetivo: discutir como esta geração pode construir um país melhor. É o principal encontro da comunidade transformadora no Brasil e uma importante plataforma para fomentar novos projetos, conectar redes e provocar transformações reais na sociedade.

O evento acontece desde 2012 e jovens brasileiros são convidados para participar de um espaço de troca de experiências e conhecimento, sempre baseados em três momentos: Inspiração, Interação e Mão na massa.

🙂

Conto mais de lá – ou depois!

Siga no Stories do instagram.com/avidaquer. E acompanhe na fanpage e Instagram @jovenstranaformadores.

E veja um pouco abaixo:

Esse é o Matheus Cardoso… 23 anos. Nascido e criado no Jardim Pantanal, periferia de SP. Pais nordestinos do interior da Bahia. Vieram tentar a vida em SP. Sua realidade sempre foi de escassez. Comunidade que sofre muito com enchente. Familia de baixa renda. Pais de divorciaram. Virou o homem da casa com apenas 7 anos. Sua mãe sempre incentivou a educação. “A caneta é mais leve que a pá”. Com a separação enquanto a mãe “faxinava” para “colocar comida na mesa” ele cuidava dos irmãos. Estudou muito até conseguir bolsa. Fez tecnico, cursinho e faculdade. Primeiro dia de aula foi também o primeiro dia de trabalho. Tinha que trabalhar para se sustentar e ajudar em casa. Digitou no Google “melhor empresa de engenharia”. Mandou currículo e passou na entrevista. Única da vida. “100% de aproveitamento”. Rs Em 2 de fevereiro de 2012, tudo começou. Vivia 3 realidades diferentes. Morava num lugar pobre demais, estudava numa faculdade elitista e trabalhava no metro quadrado mais caro de SP. “Maluco demais isso”. O incomodava demais o seu bairro Jardim Pantanal ser tão desprovido. Pq deveria sair do seu lar? Pq não mudar para melhor? Numa palestra teve o primeiro contato com “negócios sociais”. Teve certeza do que queria fazer. Ser um Empreendedor social. Criou a Moradigna.com.br Teve conhecimento de que 40 milhões de brasileiros moram em regiões insalubres. Quis investir em reformas rápidas de qualidade a um preço bem popular. Tíquete médio de 4.800 reais a obra. Dá pra dividir em 12x. Hoje com 3 anos de empresa fez mais de 250 reformas. Mais de 1000 pessoas impactadas. É transformador pq gosta de dar ferramentas. “Caiu no clichê o empoderamento”. Rs #PapoTransformador #SelfieTransformador #EJT #PorAi #HistoriaRealParaSeInspirar #AndreVascoPorAi

A post shared by Encontro JovensTransformadores (@jovenstransformadores) on

Essa é a Pamela Stracke… Tem 29 anos. É casada. “Raspa de tacho” de 3 irmãos. Morou sempre na região do Capão Redondo (região Sul de SP). Avô parte materna era alcoólatra. Perdeu as pernas. Era um exemplo de felicidade mesmo com o ocorrido. Com 12 anos recebeu um telefonema anônimo falando q seu pai havia traifo sua mãe. Pais se separaram. Entrou na faculdade de direito. Sempre muito questionadora e argumentativa. Nunca se encontrou em lugar algum. Sempre achou que a liberdade financeira traria felicidade. “Ralava” desde cedo. Dava aulas de inglês. Um dia “deu um Google” pra achar o melhor escritório. Ligava e mandava o currículo. “Na cara de pau” conseguia entrevista. Até que um dia recebeu uma proposta de um “puta” escritório. Negou. Falou pra todos amigos que precisava de emprego. Qualquer um. Queria aprender. Seu Pai achava que viveria fazendo colares. Rs Ligou no rh de uma empresa e pediu pra ir no processo seletivo. “Bem entrona”. Chegou e todos sabiam quem era ela pela atitude. Ganhou o emprego. Havia largado uma carreira pra ganhar menos da metade como estagiária. Absurdo para muitos. Enxergou felicidade no desafio. Construiu muitos contatos na Câmara Americana de Comércio. “Me deu exposição”. Recebeu proposta para voltar para escritório de advocacia, mas em outra área. Ganhando 3x mais. Um belo dia viu pela janela uma menina correndo as 15hs e ela na sua sala. Pensou: quero poder correr 15hs e ser feliz. Mas tinha q pagar aluguel. Já conhecia a fábrica de criatividade (uma consultoria de inovação). Hoje sou extremamente feliz ajudando pessoas. Tem a transformação como propósito. “Mude o mundo mesmo q seja o mundo de uma pessoa de cada vez”. Lema de vida clichê de rede social. “O clichê é problema quando só está escrito, tenho outro ponto de vista”. #PapoTransformador #SelfieTransformador #EJT #PorAi #HistoriaRealParaSeInspirar #AndreVascoPorAi

A post shared by Encontro JovensTransformadores (@jovenstransformadores) on

Esse é o Elson Viana… De Osasco, São Paulo. Sempre estudou em escola pública. Fez Fatec (Faculdade de Tecnologia de São Paulo). A tecnologia aconteceu na minha vida. Comprou um computador com muita dificuldade. Juntando pouco a pouco. Como comprava usado…Sempre “dava pau”. Cansou de buscar ajuda. Além de ser um gasto. Foi correr atrás de como funcionava. Pensou pq não estudar o sistema desse negócio? Fez análise de sistema na faculdade. Pra pagar faculdade fazia massagem. Aprendeu a “arte” da massagem por necessidade. Para viver. Ajustou uma menina que estava toda travada uma vez. Ela fez “seu filme”. Virou massagista no clube do Palmeiras. Trabalhou em metalurgia de manhã, fazia massagem a tarde e faculdade a noite. “Correría louca”. Melhor época da vida. Tem 3 filhos. Todas as dificuldades valeram a pena. Um conhecido chegou e falou de um projeto. Gostou da idéia do colega. Foi uma das 50 pessoas, entre pesquisadores, analistas, programadores… Ajudou a criar o “robô” do site www.políticos.org Praticamente uma “capivara” dos políticos. Uma plataforma de transparência política. Um ranking. Sem fins lucrativos. Objetivo único de informar. O robô pega todas as infos municipais, estaduais e federais, cruza com infos do RG, cpf e dados. Tem uma empresa de TI. “Quero fazer parte da mudança. Nem que minha participação seja mínima”. #PapoTransformador #EJT #SelfieTransformador #PorAi #HistoriaRealParaSeInspirar #AndreVascoPorAi

A post shared by Encontro JovensTransformadores (@jovenstransformadores) on

Essa é a Lilian boccia… Tem 20 anos. É a mais velha de 2 irmãos. Sua mãe é diarista e o pai é “perueiro”. Nunca passou fome “graças a Deus”. Algumas doações, como cama, computador… foram bem vindas. Queria muito estudar, se frustrava por não poder ir à escola às vezes por falta de dinheiro. Agradece até hoje aos “amigos cobradores” por a deixarem passar por debaixo da catraca. Várias vezes. Sempre entrou de cabeça nas coisas. Quando estava na sexta série, escola pública a vida toda, uma professora disse q os alunos que haviam tirado 5 e 6 eram medianos e que nunca seriam nada. Mexeu. A incomodou. Na oitava série colocou na cabeça que queria fazer Etec (Escola técnica Estadual). Fez ensino médio de manhã, a tarde Senai e a noite Etec. Conheceu a olimpíada do conhecimento. Participou da World Skills (é a maior competição de educação profissional do mundo). Conseguiu sozinha mobilizar e levar 226 de 800 voluntários da World Skills. “Toda experiência tem que ser a melhor possível”. Teve contato com muitas culturas e ganhou muita fluência no seu inglês. Juntou dinheiro para estudar fora. Super planilhado. Estudou no Canadá. Ainda fará uma faculdade fora do Brasil. Participou de um Hackathon em Vancouver e a sua idéia ganhou. Idéia principal: ensinar educação financeira para crianças. Hoje trabalho numa startup – blue365.com.br Uma plataforma online para negociação de dívidas para pessoas de baixo poder aquisitivo. Mesmo tendo dificuldades financeiras, o conhecimento sempre a motivou. É transformadora pq sua motivação é melhorar a vida das pessoas. “A vida sempre vai ter altos e baixos, ela tem que ser divertida”. #PapoTransformador #SelfieTransformador #EJT #PorAi #HistoriaRealParaSeInspirar #AndreVascoPorAi

A post shared by Encontro JovensTransformadores (@jovenstransformadores) on

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas