Destaque Mãe / Educação
… e nossos filhos, será que eles têm tido?

Esta tem sido uma pergunta que nós temos nos feito, acho que mais ainda com a história do Vinícius repercutindo no coração de todas. Será que temos dado a eles tempo de serem crianças, pura e simplesmente crianças? De que vale sermos generais, de que vale ficarmos gerenciando a rotina de nossos filhos?

einstein teve tempo para brincar - importancia do brincar desestruturado (1)

As mudanças na sociedade nos últimos 50/60 anos foram muito grandes, considero que temos ferido não só a camada de ozônio, mas igualmente a capacidade de sermos humanos, tratando as crianças e a nós mesmos como máquinas. Penso muito nisto desde que comecei a ler sobre o ócio criativo e as mudanças no regime de horas trabalhadas na Europa. É preciso repensar e repensar tudo! Será que realmente precisamos trabalhar tantas horas, para ter tanto status e dinheiro, para não ter mais tempo para as coisas simples, como um sábado no clube fazendo churrasco e jogando com os filhos? (é, estou falando da foto! Nosso dia de Tiradentes familiar, delícia!!!)

Este livro é muito terno e tem me feito, mais do que refletir (porque graças a Deus muita coisa estava lá, latente, na dúvida, dentro de nós), reforçar minha postura mais ancestral sobre educação e família.

O livro Einstein teve tempo para brincar é escrito por três especialistas em educação: Kathy Hirsh-Pasek, Diane Eyer e Roberta Michinick Golinkoff. Quem publica é a Editora Guarda-Chuva. 😉

Você pode gostar também de ler:
E se você tivesse a oportunidade de fazer tudo diferente? A vida em sua essência
Qual o tamanho do mundo que você quer para seu filho? Esta é uma pergunta
Em feriados ou a gente viaja ou decide que vai resolver aquele cômodo da casa
Nesta semana, a cidade do Rio de Janeiro tem sido palco para os diversos debates
Quantas vezes você ouviu alguém dizer: se tiver um limão, faça uma limonada. Referindo-se à
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas