cidadania

Aconteceu no entorno da escola dos meus fihos, mas podia ser na sua vizinhança, pois, infelizmente, poucos motoristas se sentem mais “cheios de direito” e acima da lei do que os que estão levando suas crianças para aula.

Este fenômeno é algo para ser estudado – e certamente traz tudo que não gostaríamos que estudantes presenciassem no cotidiano! A escola mantém três funcionários para ajudar no trânsito e acompanhar as crianças até o portão e ao conversar com eles sobre esta pessoa na faixa de segurança (o senhor, que tinha jeito de avô de aluno, ficou lá estacionado por uns 15 minutos sobre a faixa) os funcionários me contaram que alguns motoristas, quando orientados por eles para sair da faixa ou deixar de ficar em “terceira fila”, proferem palavrões aos gritos na frente da escola!

E daquele avô da faixa, o pior é ver do outro ângulo: tinha lugar de sobra para estacionar sem atrapalhar os pedrestres!

[update] no Twitter o @rubao78 indicou um link do blog dele e comentou: “não sei oq acontece com as pessoas quando estão atrás do volante do automóvel, até a Disney ja abordou o tema: http://bit.ly/cPRulV“. E lembrei que na semana passada a @cybelemeyer fez post sobre Educação no trânsito lá no Mãe com filhos. [/update]

Posts relacionados:

[update]
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas