É uma hipocrisia negar patrocínio na web, diz @marcelotas

“Está na hora de parar de achar que as coisas são de graça na internet. Patrocínio é muito importante até para a liberdade de expressão. Vamos parar de hipocrisia.”

twitter marcelo tas.bmp

Estas frases foram ditas por Marcelo Tas (apresentador do programa CQC) no Webinar, evento virtual realizado nesta quarta-feira (18/11) pelo Comunique-se.”

Se você não entendeu, vale lembrar: o perfil de Tas no Twitter é patrocinado pela Xtreme da Telefônica. Mas ele garante que não existe nenhuma interferência editorial. “Eu tenho uma mídia e eu tenho uma opinião”.

Gostei também porque Tas defendeu o incentivo do uso de redes sociais nas faculdades de comunicação, relembrando que

“Tem muitas faculdades de jornalismo que proíbem o uso do Twitter, Facebook, Orkut, isso é uma loucura. Não que deva liberar geral, mas você tem que observar as redes, como elas funcionam”.

E sobre o uso das redes sociais pelas empresas:

“Não basta abrir um Twitter, se a empresa não for usar. O negócio é encarar com seriedade”.

Para ele, as emissoras de TV ainda estão aprendendo a usar a web, e que a audiência é muito ágil.

P.S. Para quem não assistiu e para quem quer ver de novo o bate-papo com Marcelo Tas, clique aqui.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook