É hoje: começa o movimento Eu, você e todos pela educação

eu-voce-e-todos-pela-educacao“Nosso objetivo com esta estratégia de mobilização, que é muito mais ampla que uma campanha, é contribuir decisivamente para que a Educação passe do patamar de importante para tema prioritário e urgente na agenda do nosso país”.
Priscila Cruz, diretora-executiva do movimento Todos Pela Educação.

tarefa de mae eu vc e todos pela educacao.bmp

Já falei aqui sobre meu envolvimento com o movimento Todos pela educação. Bem, hoje o trabalho de bastidores que temos feito vai ser divulgado no evento de lançamento da campanha Eu, Você e Todos Pela Educação no MAM (Parque do Ibirapuera, s/nº. Portão 3, São Paulo). Acontece às 19h e tem as portas abertas para quem quiser doar seu tempo e sua credibilidade para esta ação que pretende buscar mais qualidade na educação brasileira.

Ah, então era isso? Sim, mesmo a campanha Amigos da Escola (quem se lembra dela, com Toni Ramos à frente?) era uma busca de qualificação na educação brasileira. E uma tentativa de demonstrar que todos nós podemos fazer algo pela educação, nem que seja ler com nossas crianças, “cobrar letra bonita”, acompanhar de verdade o dever de casa… acima de tudo, o que eu acho importante na qualidade da educação é mantermos um diálogo com as crianças sobre a educação que elas recebem. Como diz a Letícia Spiller no video de divulgação da campanha (que pode ser visto aqui, mas está nas TVs) quando acaba o trabalho de dez ou doze horas da gente, ainda tem a tarefa de ser mãe. E esta tarefa tem que ser, como diz meu filho Giorgio, gostosa – neste video que ilustra o post ele fala que a tarefa de matemática era gostosa!

São outros tempos, hoje a educação é integrada e começa muito muito muito cedo. E também pode terminar muito tarde ou nunca terminar – minha sogra, que se formou em pedagogia em 1964, ainda faz mestrado, pós, tudo que acha pela frente, não cansa de estudar. E este cedo exige que os pais também reajam adequadamente e saibam estar presentes – como na propaganda do Gelol da nossa infância – participando do que está acontecendo no cotidiano deles.

Aqui em casa a gente brinca que trabalho de criança é estudar. Então quando nos encontramos no final do dia, assim como meus filhos perguntam como foi nosso dia de trabalho, nós conversamos sobre o dia deles na aula. São detalhes que nos permitem conhecer, entender e vivenciar com eles a aventura do conhecimento, a descoberta das relações interpessoais e a vivência da hierarquia, coisas que que um dia serão tão importantes na vida deles.

Minha mãe sempre esteve muito presente neste meu cotidiano escolar. Meu pai igualmente. Até hoje se eu falo de um determinado professor ou um colega antigo me acha no orkut, posso comentar com eles o nome e eles imediatamente se lembram da pessoa, sabem se já foi em casa, lembram de algum trabalho que fizemos juntos e tudo mais. Eles foram mais do que provedores na minha vida escolar, foram os incentivadores e co-autores da obra que eu realizei durante anos e que culminou com o tal diploma tão sonhado. E você, como foi com seus pais e como sonha que será com seus filhos?

Eu, você e todos podemos fazer muito pela educação, não só das nossas famílias, mas de todo Brasil!

#nostalgia: eu na terceira série, na escola estadual onde fiz o primário. Quando me formei na faculdade eu mandei um convite para cada uma das escolas onde estive e a diretora desta escola, que nem tinha me conhecido, ficou muito emocionada. Os educadores não tem noção da sua importância em nossas vidas!
#nostalgia: eu na terceira série, na escola estadual onde fiz o primário. Quando me formei na faculdade eu mandei um convite para cada uma das escolas onde estive e a diretora desta escola, que nem tinha me conhecido, ficou muito emocionada. Os educadores não tem noção da sua importância em nossas vidas!
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook