E a vida continua

É um trocadilho (infame, como todos) que eu faço para recomeçar o blog depois dos impasses da migração, usando o título de um vídeo muito bonito que o Dr. Leonardo Diamante me indicou no seu comentário no post Adotar é mudar um destino.

 

Conheci Dr. Diamante no café da manhã na Intersystems, um evento ao qual fui a convite da Polvora há algumas semanas e onde pude conhecer ações interessantes que mesclam medicina e tecnologia. Sem passar por novidades nos aparelhos de ressonância e afins, a empresa me mostrou uma face da tecnologia preocupada com o ser humano que está sendo atendido, facilitando a vida dos pacientes e médicos ao oferecer um sistema que permite acesso online aos prontuários médicos e os unifica – o que, naturalmente, facilita o diagnóstico, reduz custos e aumenta as chances de acertos. Em saúde falamos de salvar vidas. Como irmã de médica (minha irmã do meio, a não-blogueira, é cardiologista) sei que para eles tempo também pode ser  dinheiro (como é para a maioria dos profissionais), mas acima de tudo é a chance de ajudar pessoas e até salvar vidas.

Se você gosta do tema, o Dr. Diamante (que é cardiologista) tem um blog muito bom no qual fala sobre Controvérsias, Dúvidas e Bobagens que envolvem a medicina e ele também é um dos autores do Comunidade de Saúde em Rede, um projeto online da Intersystems.

P. S. Ainda sobre saúde, sempre leio e indico o PlugBR. 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook