Duas dicas para brincar de Jedi com seus padawans

20130131-150313.jpg

Fui da geração impactada ainda na infância pelos filmes de Star Wars, os roteiros e os jogos de ficção científica. Nesta semana pude reviver parte destes sonhos infantis por estar, ao vivo e em cores, na platéia do astronauta Buzz Aldrin e do “pai do videogame” Nolan Bushnell na Campus Party. Emoção maior porque estava na companhia dos meus filhos “gamers” e com uma futura geek na barriga.

Voltei inspirada e hoje fiz dois posts em outros blogs que tenho com temas ligados a este universo. São tão bonitinhos (e úteis) que indico aqui.

20130131-152006.jpg

No Pequenos Leitores indiquei livros infantis (em português) da série Star Wars Clone Wars. Meu sobrinho gosta muito da série, tanto que a escolheu como tema da sua festa de aniversário de 5 anos e notei muitas mães comentando com minha irmã que seus pequenos também adoram! Nada melhor do que aproveitar o interesse (paixão) deles para estimular a leitura não é mesmo?

Ainda não achei para “pegar, ver e comprar”, mas gostei de saber que a editora trouxe duas séries de livros baseados de George Lucas para as crianças que estão aprendendo português e são fãs da série lerem.

Estou também fazendo contato com a editora, quem sabe se eles topam mandar exemplares para sortearmos na fanpage dos Pequenos Leitores?

(Torçam para que sim, pessoal!)

20130131-150353.jpg

“Há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante, um mestre Jedi usou a Força para criar na cozinha e fazer os Padawans provarem sabores novos.”

E no Conversas de Cozinha, tem receita de biscoitos decorados com motivos Star Wars para fazer com os seus padawans. Procurei dar todas as dicas, com receita do biscoito e até da pasta americana para fazer em casa. Aliás, a pasta (que uso pouco porque acho muito doce), é uma terapia viram? Delícia mesmo para aqueles dias em que você precisa relaxar e esquecer da vida. E diverte muito criar com os pequenos os enfeites!

E se você também tem fãs de Star Wars em casa, compartilhe nos comentários suas histórias.

P.S. Além de que, como dizia Ana Maria Braga, para quem tem habilidade, dá para fazer e ganhar um “dindin”. 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook