Dostoiévski Ontem e Hoje

os irmaos karamazov dostoievskicrime e castigo dostoievskio idiota dostoievski

Soube num tuite de @debydd. Na próxima semana acontece no CCBB SP (rua Álvares Penteado, 112 – Centro, SP. Telefone: (11) 3113-3651) um seminário internacional que promove uma reflexão teórica, crítica e artística sobre a obra de Fyodor Dostoiévski (1821-1881) e a repercussão de suas ideias na cultura mundial, procurando destacar a impressionante atualidade da herança desse grande humanista, pensador e romancista russo no contexto cultural brasileiro.

Minha mãe sempre gostou dos escritores russos e Dostoiévski era um deles. Lembro bem de ter lido Crime e Castigo, sei que deveria ler Os Irmãos Karamazov, e agora me arrependo de não ter me animado com O Idiota. A ideia do romance, que alguns comparam a Dom Quixote, é interessantíssima:

Príncipe Míchkin morou na Suíça por vários anos para tratar de sua idiotia. Quando precisou voltar à Rússia para reclamar uma herança, estando praticamente curado, conhece uma parente distante (Aglaia Epantchiná) e afeiçoa-se a ela. Ao longo do romance, o príncipe mostrará ser honesto, bondoso e romântico, mas terá problemas com isso, pois, os outros acham que isso é sintoma de idiotia.

Os encontros contam com a presença de alguns dos mais importantes estudiosos de Dostoiévski, brasileiros e estrangeiros, bem como artistas nacionais e internacionais da área de teatro e cinema que já criaram a partir das obras do autor. A programação será acompanhada por exibição do filme “O Idiota”, de F.Castorf.

Confira a programação completa do seminário:

  • 01/12 – “Dostoiévski, nosso contemporâneo” – com Igor Vólguin (Rússia), Boris Schnaiderman e Paulo Bezerra. Mediação de Bruno Gomide
  • 02/12 – “O Universo das Ideias na obra de Dostoiévski” – com Déborah Martinsen (EUA), Fátima Bianchi e Bruno Gomide. Mediação de Elena Vássina
  • 03/12 – “Dostoievski x Teatro e Cinema – Uma atração irresistível” – com Elena Vássina, Aury Porto e Cibele Forjaz. Mediação de Ruy Cortez
  • 04/12 – “Dostoiévski e a Vanguarda Russa na arte do século XXI: convergências contemporâneas” – com Frank Castorf (Alemanhã), Aurora Bernardini e Arlete Cavaliere. Mediação de Silvana Garcia
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook