Domingo é Dia

Domingo é dia de quê?

Cada um tem um programa, mas o certo é que nem que seja dia de não fazer nada, a gente invoca que domingo é dia de alguma coisa. Para o meu amor é dia de Esporte Espetacular e Futebol, para meus filhos é dia de parque ou parquinho, para mim é dia de não ter horário (e de postar minhas fotos de flores, risos), para minha mãe é dia de ir ao culto, para quem tem família perto dia de ir na casa da vó. E na nossa infância, lembram-se de quanto domingo era dia de Trapalhões?

Há muito tempo no final do dia na maioria dos lares brasileiros domingo é dia de Faustão e Fantástico. Vou confessar: tenho um azedume com os dois programas. Primeiro porque saber que chegou a hora deles me faz pensar que o final de semana acabou, segundo porque não tenho mesmo paciência com as pautas e prefiro ver depois os excertos do @showdavida na internet mesmo, onde eu escolho o que e quando ver.

Mas soube que neste domingo estreia um quadro novo por lá, Domingo é Dia, com pequenas histórias interpreradas por Deborah Secco, Matheus Nachtergaele, Bruno Garcia, Lúcio Mauro Filho e Edimílson Barros e escritas por Luis Fernando Veríssimo, Péricles Barros, Nilton Braga e Cláudio Paiva. Para uma fã da Comédia da Vida Privada como eu, os textos que mostram situações que parecem comuns, mas que se transformam em experiências inusitadas são um prato cheio. Quem sabe me convencem a tentar ver o Fantástico neste domingo?

Crédito da foto - TV GLOBO / Renato Rocha Miranda
Crédito da foto - TV GLOBO / Renato Rocha Miranda

P.S. A foto de divulgação é do episódio Biriba das Coroas, adaptação de um texto de Luís Fernando Veríssimo que tem quatro senhoras – interpretadas por Bruno Garcia, Matheus Nachtergaele, Edimílson Barros e Lúcio Mauro Filh que no meio do jogo recebem a visita de um anjo (Deborah Secco).

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook