Doação de órgãos e tecidos – estenda a mão para esta causa

Começamos a manhã de quarta-feira com uma entrega surpresa, que chegou bem na hora do café da manhã: um “balde” de coisas gostosas para curtir em família.

Doação de órgãos e tecidos - estenda a mão para esta causa

O baldão de pipoca, doces e DVDs (os filmes Três vezes amor, De volta para o futuro e Desejo e Reparação) continha uma mensagem muito especial e que nos é muito cara: a defesa da doação de órgãos e tecidos. Sou doadora desde os 16 anos, quando informei oficialmente meu desejo de doar as córneas. Na época era necessário registrar a permissão para doação, mas hoje, vejam só, basta contar aos amigos e familiares que decidimos isso e eles poderão ajudar outros caso nossa vida finde. Na verdade, neste caso, a vida poderá continuar justamente porque nos tornamos doadores, numa corrente do bem daquelas bem especiais, refazendo a ideia de “ciclo da vida” que a natureza tem e, com o avanço da ciência, o homem pode ampliar salvando muitas vidas com a ajuda de uma.

Ainda há muito preconceito e falta de informação sobre a doação e o presente que recebemos hoje é um convite para trazermos o tema à tona e mudar o cenário. Ao organizar uma sessão de cinema em casa, vendo filmes que falam de família e nos convidam a pensar no que é importante, de fato, na nossa existência, relembramos os valores que nos são caros e que podem ser transmitidos para os nossos queridos. No meio dos DVDs com filmes consagrados tinha um outro, especial, que trazia o making of da campanha realizada depois do concurso cultural “Para Doar é só Falar”, uma ação de conscientização sobre a doação de órgãos e tecidos. Produzindo vídeos sobre a causa, os participantes ajudaram a tornar nosso país mais solidário e consciente. Três participações estão aí e uma delas é muito especial: Giselle Rocha, a vencedora do concurso, é transplantada e conta como sua vida foi “salva” com o novo coração.

Eu já sou doadora, e você? Pensou sobre o tema? Você pode começar pensando na doação em vida de sangue e medula óssea.

“Sabia que para se tornar um doador de órgãos e tecidos você só precisa informar seus familiares? Simples assim. Sem burocracias e nem documentos. Apenas eles podem autorizar o procedimento. Apesar de avanços importantes nessa área, muitas famílias abordadas no Brasil ainda se recusam a permitir a doação. Enquanto isso, milhares de pessoas aguardam na fila de espera por um transplante.
Se você é um doador, informe sua família e espalhe essa mensagem. Com isso, você pode mudar vidas e dar um exemplo de solidariedade e amor ao próximo.”
Saiba mais em www.estendaamao.com.br
E para conhecer o jeito mais fácil de se tornar um doador e avisar todos os seus amigos acesse a app no Facebook http://apps.facebook.com/sou-doador.”

Para Doar é só Falar no Facebook

P.S. E se você também apoia a causa, compartilhe sua decisão e reforce na sua rede de contatos o valor desta decisão. Compartilhe este post, o vídeo ou os links da campanha no seu blog, Twitter, Facebook, Orkut… afinal, “para doar é só falar“!
Posts relacionados:

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook