Do outro lado

“Do outro lado”, exposição na qual a artista plástica Cris Campana traz uma série de imagens que põe em questão o distanciamento, a prisão do indivíduo num mundo moderno e virtual. As fotografias, quase sempre de grandes formatos, nos levam à reflexão, mas também nos observam.

Adoro exposições e tenho frequentado pouco os espaços culturais, em parte pela correria que tem sido minha vida profissional, outra parte por conta desta preocupação com as saídas do Giorgio em dias de sol. Mas fiqueo com vontade de esticar um dia depois do trabalho para ver “Do outro lado”, exposição na qual a artista plástica Cris Campana traz uma série de imagens que põe em questão o distanciamento, a prisão do indivíduo num mundo moderno e virtual. As fotografias, quase sempre de grandes formatos, nos levam à reflexão, mas também nos observam.

“São imagens que buscam, desejam sair do entrelugar, da virtualidade, de uma blindagem sedimentada pelo tempo, para sentir a voz, o toque, exercitar o olhar para além do espaço em que se confinaram, para se achegar ao outro. É um novo caminho, e o mais antigo desde a criação. O exercício dos sentidos, para se chegar, do outro lado”, fala Cris. As 15 fotos expostas contaram com a curadoria do crítico de arte Carlos Von Schmidt.

A exposição fica até o dia 5 de setembro na Galeria 8 Rosas, na Alameda Franca, 1071, no Jardim Paulista, em São Paulo. Os horários de visita são das 11h às 18h30 de segunda a sexta-feira, e das 11h às 15h aos sábados (a galeria não abre aos domingos). A entrada é gratuita. Mais informações pelo (11) 3062-2428.

Cris Campana: Com mais de 40 exposições realizadas, participou de importantes salões de arte, como o VI Salão Japonês de Arte Contemporânea Bunkyo, II Salão Alfredo Mucci de Minas Gerais, Salão Mokiti Okada, FUNARTE SP, Espaço Cultural Takaoka, Intervenção Coletiva no Parque Ibirapuera junto à Orquestra Sinfônica Jovem de São Paulo, Instituto Miguel de Cervantes, Museu de Arte Contemporânea (USP), Mostra Coletiva Oswald de Andrade (junto a Albano Afonso), Mostra Recortes de SP no Espaço Reserva Cultural (junto a Neno Ramos e Duda Rosa) e Salão de Arte Contemporânea de Nápoli.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.