destaque / relacionamentos

(Foto: Pixabay)

Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual da Geórgia, nos EUA, indica que casais que dividem tarefas de casa e os cuidados com os filhos não somente são mais felizes na relação, como também se dizem mais felizes e satisfeitos com suas vidas sexuais.

O universo analisado é pequeno – 478 casais – mas sinaliza aspectos positivos deste novo modelo de vida a dois entre heterossexuais com filhos, especialmente por se tratar de um estrato social – renda familiar entre baixa a moderada. 

É uma realidade mais comum em casais jovens (neste caso, mulheres com menos de 45 anos), mas que podem fazer diferença como exemplo para seus pares.

No modelo tradicional, que ainda parece ser mais comum – em que a mulher foi a responsável por mais do que 60% dos cuidados com os filhos – o estudo apontou que os casais tiveram as piores avaliações em satisfação com a relação e com a qualidade da vida sexual.

Ponto positivo que o estudo também revelou: a relação íntima do casal não parece ser afetada de modo negativo se o homem assume toda ou a maior parte dos cuidados com os filhos.
🙂

(cena do filme What to Expect When you’re Expecting )

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Latest posts by Sam @samegui Shiraishi (see all)


Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas