Dicas para lidar com a birra do seu filho

Na semana passada eu respondi a uma dúvida de uma amiga no Facebook sobre birra infantil e saquei do baú alguns posts que escrevera no blog sobre o tema, lançando-os no Twitter (@maecomfilhos) e na comunidade de Mães (e pais) com filhos. Na mesma tarde uma repórter me ligou e conversamos longamente sobre o post e nossas experiências na batalha contra a birra infantil, que, felizmente, foram vitoriosas.

12 dicas práticas para lidar com a birra

O artigo “12 dicas práticas para lidar com a birra” está aqui e eu deixo também como sugestão de leitura alguns posts já publicados no @avidaquer que nos fazem pensar sobre os motivos que levam as crianças à birra:

Limites e respeito em família

Como lidar com a birra

Vilania ou a vontade de ser atendido?

P.S. E para quem está vivendo o momento de estresse familiar desta fase e me pergunta se há esperança (risos), eu garanto que o comportamento melhora sim. Muda muito e a birra pode sumir, mas é preciso ter segurança de que estamos corretos quando nós falamos com as crianças e proibimos atitudes ou deixamos de atender solicitações. Falei um pouco disso em cada um dos posts que listei hoje no post.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook