cultura web / empreendedorismo

mrtweet-header2

Se você pensa em investir profissionalmente no Twitter, listo aqui algumas dicas que considero fundamentais e estou adaptando de um texto que li aqui:

1. Decida como quer usar o Twitter:  socialmente ou profissionalmente. Caso queira usar profissionalmente e sua área de trabalho não for das mais descoladas, aconselho que crie diferentes contas e tuite as bobagens com pseudônimo.

2. Muito do que se tuita é coloquial, mas isso não significa que precisa ser vazio. Discutir temas específicos em determinados momentos do dia pode ser uma forma incrível de conhecer pessoas interessantes no seu grupo de seguidores  – e eu descubro isso com grande satisfação todo dia!

4. Responder e dar atenção aos replies e aos posts de seus seguidos é muito bom e até útil. Lembre-se que o Twitter é uma rede social e como tal serve para conectar pessoas.

5. Compartilhe fotos com outros Twitters. Aprendi isso num evento na FAAP, onde descobri o Twitpic, uma espécie de álbum virtual que funciona integrado ao Twitter. Esta dica é especialmente útil para quem usa celular ou smartphone com conexão 3G e ajuda a construir sua imagem real.

6. Há plugins como o TweetThis e o PostTwitter que twittam automaticamente as atualizações de seu blog e permitem que seus leitores recebam imediatamente, como no rss feed, suas novidades. E no caso de blogs vale também a regra da generosidade da web 2.0: indique posts que esteja lendo e que sejam interessantes do ponto de vista dos valores e conceitos que definem sua imagem na web.

7. Twitter não é um Instant Messenger (IM). Eu ainda o chamo de Messenger coletivo mas, depois que passei dos mil seguidores, aprendi a usar as direct messeges para conversar mais amiúde com as pessoas. Isso vale também para definirmos os contatos de twitter que merecem e devem ir para sua lista de IM’s e que devem ser trazidos para nossa rede pessoal ou profissional!

9. Quer ter uma visão do que se fala no Twitter pelo mundo? O Twittervision oferece uma representação geográfica do mundo mostrando o que as pessoas estão dizendo. E o WeFollow nos permite encontrar pessoas com afinidades, com a vantagem de ser organizado também por país.

10. E vale lembrar aquilo que já falei há um tempão: facilite o uso do Twitter instalando um software bom (como Twhirl ou TweetDeck). Ele fornece notificações sobre novos tweets e tem um cronograma para a característica pessoal de filtragem – e no caso do Twhril aceita mais de uma conta, o que é bom para quem vai criar mais de uma identidade! E ele ainda tem várias interfaces para encurtar urls, sendo que as duas melhores, na minha opinião, são o bit.ly e brasileiro migre.me. Redes sociais como Facebook, Orkut, Friendfeed e Plaxo já estão com aplicativos ligados ao Twitter, se for o caso, ative-os no seu perfil.

11. Sempre que for possível, siga de volta. Nada mais antipático do que aquele cara que tem cinco mil seguidores e segue apenas três! A cortesia entre Twitters está a seguir de volta, pelo menos, 50% dos tweets entanto utilizar o bom senso, claro. E para saber se os seguidos estão ativos, use o  Twittoria, o  TweetEffect para saber que efeito os posts têm sobre os seguidores, .

12. Algumas sugestões do post que eu não testei, mas achei interessantes. Ferramentas como Twubble e Mister Tweet ajudam a expandir qualitativamente a sua rede, recomendando pessoas para seguir. E na página do iGoogle a dica é a iTwitter Aba, que cria separadores para criar diferentes seções, organizando a vida do twitteiro. Se você não usa o iGoogle, pode usar o Twitter no Gmail.

13. Agora esta é para quem for se aventurar no uso comercial do Twitter: conheça o seu produto, compreenda que tipo de informação se relaciona com ele, seja positivo nos seus microposts, não seja chato falando repetitivamente sobre sua empresa ou produto, fale de temas afins para manter seus seguidores interessados – lembre-se de que no Twitter é muito muito muito fácil dar um “unfollow”.

[update] Em junho de 2009 este post foi citado numa matéria da revista Você S.A. Twittando no trabalho. 😉 [/update]

Posts relacionados

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas