cidadania

“Em meados dos anos 90, a revista canadense Adbusters (adbusters.org) lançou um desafio para a população local: passar 24 horas sem comprar nada. Nascia o Dia Sem Compras – ou ‘Buy Nothing Day’, em inglês –, movimento que propõe ações e mobilizações de reflexão sobre o consumo, propondo uma pausa no cotidiano para pensar sobre o impacto das nossas compras diárias.”

Para quê passar um dia sem comprar? E aliás, na América, passar um dia perto do feriado de Ação de Graças sem comprar, como assim?

O movimento serve como alerta para as conseqüências ambientais e éticas do consumismo, afinal tudo que é comprado tem um impacto sobre o meio ambiente e a população. Todos sabemos que reciclar é bom para o planeta, mas consumir menos é essencial num mundo de recursos cada vez mais escassos. Como consumidores, temos que questionar nossos hábitos de consumo, a real necessidade de comprar determinados produtos, entender o papel da publicidade nesse ciclo e demandar posturas mais responsáveis por parte das empresas.

Eu conheci o movimento em 2007 e nestes anos ele já conquistou diversos países: Argentina, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, Nova Zelândia, Espanha, Suíça e Portugal. No Brasil o Dia sem Compras ainda é tímido, mas vem ganhando visibilidade a cada ano graças à iniciativa de algumas organizações que apóiam a mobilização, como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) e o Blog do Dia Sem Compras.

Então, quando Projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana (www.alana.org.br), me convidou para participar deste dia postando, aceitei na hora! Já é hora do Brasil mostrar sua força de mobilização e participar ativamente do Dia Sem Compras, utilizando a imagem abaixo como selo da campanha e publicando artigos sobre esse movimento no mundo todo.

Vamos unir forças e participar do Dia Sem Compras?

Para mais informações, acesse os sites:

http://www.ionline.pt/conteudo/35143-esta-ai-o-desafio-passe-um-dia-inteiro-sem-comprar
http://www.adbusters.org/campaigns/bnd
http://www.buynothingday.co.uk/
http://www.meetup.com/Buy-Nothing-Day/

Não é o meu primeiro ano envolvida com a ação:

http://www.avidaquer.com.br/um-dia-sem-compras/
http://www.avidaquer.com.br/consumista-eu/

Você pode gostar também de ler:
Há alguns anos, tive a honra de fazer um "tour" por uma parte do rio
(Foto da Passeata pela Paz - Capão Redondo - São Paulo,
Eu já fui migrante no Japão (como dekassegui), sou neta e bisneta de estrangeiros que
Você via mulheres grávidas, praticamente zumbis humanos, no meio de locais como a Cracolândia e
Hoje teve prova Saresp e os colegas do meu filho no Ensino Médio queriam boicotar
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas