destaque / entretenimento

  
Há anos “comemoro” o Dia da Toalha e hoje vi uma trilogia de fatos sobre o Dia do Orgulho Nerd que me divertiu! Conversei com meu nerd favorito Enzo #aos14 e reunimos nossas referências sobre esse dia.

Começamos com o Dia da Toalha. Já falei disso aqui no blog há alguns anos. É uma referência ao instrumento que “todos devemos ter quando os alienígenas chegarem e quiserem destruir a Terra para fazer uma rodovia espacial por aqui”. Não entendeu nada? É sinal de que você não é tão nerd quanto gostaria – ou que precisa ler O Guia do Mochileiro das Galáxias. Você pode ser um nerd preguiçoso e assistir também, o filme está disponível no Netflix.

  
May the Force be with you. Star Wars, sim! Foi num 25 de maio, de 1977, que estreou o primeiro filme da série Guerra nas Estrelas. Os nerds mais jovens o conhecem como Episódio IV, mas o que importa é que esse filme redefiniu a nerdologia e recriou nossa fé na luta do bem contra o mal.

  

 Reza ainda a lenda que o termo ‘nerd’ nasceu dentro dos corredores de uma das mais conceituadas universidades norte-americanas, o Massachusetts Institute of Technology (MIT). Segundo consta, nerd é uma derivação de ‘knurd’, expressão que é o inverso de ‘drunk’ (bêbado, em inglês), perfeita para descrever o comportamento do aluno estudioso e caxias do MIT.

  
Enzo defende que o termo nerd não tem uma verdadeira origem. Nós gostamos da que fala dos livros do Dr. Seuss, o mesmo do “Grinch”, “Lórax” e do “Gatola da Cartola”. Lá, em 1950, no livro If I Ran the Zoo, Nerd era um animal quieto, sozinho e deslocado dos outros, e o apelido para os nerds acabou pegando. 

Outra história popular diz que os estudantes do Northern Electric Research and Development (NERD) usavam camisas estampadas com a sigla. Eles ficavam dias estudando e fazendo suas pesquisas, deslocados novamente dos outros.

Desde essa época os nerds são excluídos. Na época, como era a época dos Hippies, os pais investiam muito dinheiro na estudo dos filhos, para que não caíssem no caminho dos hippies. Então, as outras pessoas os discriminavam por terem vontade de estudar.

Ainda há preconceito, é verdade. Mas o mundo está cada dia mais receptivo para os nerds.

  
Como disse Enzo, “no cinema e televisão há várias séries e filmes retratando a vida nerd, como The Big Bang Theory, Doctor Who; os filmes A Rede Social e Jobs. Além do mais, com a Apple, veio a cultura Geek, que fez com que usar aparelhos eletrônicos não fosse mais coisa de nerd apenas.”

Neste caminho veio Steve Jobs, que largou a faculdade, mudou nossa relação com a tecnologia e fez os nerds virarem cult – e muito falso nerd surgiu nesta época, mas a gente releva e faz piada deles sem que notem, né? 

😜

P.S. Para mim, 25 de maio é também aniversário do meu unico irmão é um dos maiores nerds que conheço! Nerd de berço! 🙂

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas