Amigo de verdade não fala, demonstra

 

 

 

A amizade não se proclama aos quatro ventos, se vive, nos pequenos e grandes atos de solidariedade, companheirismo e afeto. É quase um movimento involuntário, de tão natural e sincero – por isso mesmo, inimitável e impossível falsificar.

Sou muito feliz por ter amizades antigas que me lembram quem eu queria ser e amizades novas que me dão direção sobre quem eu posso ser. 

🙂

Fiz este post há tempos e esperava postar singelamente no Dia do Amigo. Justamente neste domingo, 20 de julho, adoeci, fui para o hospital e fiquei em repouso, longe do computador para postar. Mas, mesmo atrasada, digo:

Feliz Dia do Amigo para vocês, amigos.

Obrigada por sua companhia diária no blog!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.