Desculpem os outros filmes, mas Juno tem o final mais romantico de todos os tempos

O texto do título é do @emersonchip e foi retuitado com a anuência de @amafra e @elisaaraujo =)

Eu lembro de ter escrito sobre Juno, mas não achei o post aqui. Quem me chamou atenção para o filme foi @maxreinert enaltecendo o fato de ser despretencioso e de baixo orçamento – e foi dele que ouvi pela primeira vez a citação da roteirista – que depois foi muito premiada – Diablo Cody (nascida Brook Busey, uma ex-stripper, que tinha muito mais talento mas ficou marcada por este detalhe).

A ideia genial é que todos nós podíamos ser Juno ou Bleeker, já fomos meninos de 16 anos e podíamos ser surpreendidos com uma gravidez inesperada na descoberta do sexo com o colega de escola – que na primeira vez talvez nem fosse o amor da nossa vida. O filme poderia ser mais um “draminha ou uma comediazinha” se Juno não contasse fosse tão real nas suas dúvidas, Bleeker não fosse tão naturalmente meninão e o pai, a madrasta e a melhor amiga (Lea) não fossem tão legais. Mesmo o casal “perfeito”  que Juno procura para criar seu filho (lembram-se que “out there” os adolescentes são estimulados a doar os filhos?) são gente como a gente, o que permite situações delicadas e incomuns para o filme. E nos permite lembrar que o primeiro amor é aquele que nasce da simplicidade e da cumplicidade que se constroi, não de pedido de casamento com diamantes e de cenas de amor hollywoodianas.

Enfim, não é à toa que Diablo Cody hoje é roteirista do inclassificável seriado United States of Tara.  😉

E a trilha sonora, que deu origem ao post, é realmente adorável, especialmente Anyone Else But You cantada por Michael Cera and Ellen Page:

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook