Descobrimos afinidades na web, consolidamos no olho no olho.

Perguntei novamente ontem no Twitter se “as amizades da internet são descartáveis“, inflexível na minha resposta de que NÃO – quando um relacionamento chega ser amizade, felizmente, raramente deixa de sê-lo, amizades verdadeiras costumam durar muito. As minhas são de uma vida inteira, independente de onde começaram.

O que creio que acontece – e aqui entram os debates de estudiosos como o filósofo Zygmunt Bauman – é que as pessoas confundem os níveis de relacionamento, tratam-se com intimidade indiscriminadamente e deixam passar oportunidades de aproximação com quem têm afinidades verdadeiras.

Não falo como crítica externa e vazia, depreendo e concluo da minha experiência como moderadora de comunidades online e blogueira (e tuiteira) desde 2004.

“@natercia_tiba: @samegui Como diz a Sam, as amizades se consolidam ainda mais qdo “desvirtualizam”.

Aprendi muito e melhorei minha rede real (não só a network) quando passei a “desvirtualizar” e a olhar sempre que possível no olho de quem eu já intuía um coração parecido com o meu ao ler seus updates na web.

Nos textos contamos o que queremos, podemos fazer da nossa vida uma obra de ficção interessante, mas é no olhar que vemos a alma.

Então é isso:

Descobrimos afinidades na web, consolidamos no olho no olho.

P.S. Natércia Tiba, citada aqui no meio do post, é um exemplo de pessoa que descobri pela web – através de um amigo em comum e, pasmem, via Instagram, que nos levou ao Twitter e depois ao Facebook – e hoje já considero desvirtualizada. Como eu ela tem esta simpatia pela oportunidade que a web nos dá de encontrar pessoas e observa tudo com olhos de pesquisadora do comportamento humano!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook