Debate sobre internet, sociedade, bens de consumo e sexualidade na Casa Zezinho

“Zezinho é a identidade carinhosa de cada um aqui. Uma molecada humilde, cheia de vida, visual e personalidade.”
@MarceloTas

O sábado será cheio por aqui. Os filhotes têm compromissos sociais (incrível como estes “tweens”, que alguns insistem em dizer que são crianças como outras quaisquer, têm agenda própria) e eu vou debater um tema ligado ao universo deles no encontro Zezinhos Causando na Net, lançamento da agência de Marketing Digital da Casa do Zezinho, AGZ 21.

“A AGZ 21 nasce concebida pelos jovens do século 21”, afirma a campanha em torno do lançamento. E no evento de hoje mostrará à comunidade, abrindo as portas da Casa do Zezinho, quais são os talentos da Casa, gerando discussões em torno do universo digital.

“A Casa do Zezinho é uma entidade não governamental, localizada entre os bairros Capão Redondo, Parque Santo Antônio e Jardim Ângela, na zona Sul da cidade de São Paulo. Fundada em 6 de março de 1994, a Casa abre a todos os Zezinhos um espaço de ação e de realizações em seus 3.200m², construídos especialmente para crianças e jovens do bairro. Em 17 anos o projeto atendeu mais de 1.200 Zezinhos entre 6 e 21 anos que frequentam escolas públicas da região.”

Ouvi falar da Casa com alguns conhecidos e foi no evento do lançamento do Ano Internacional das Florestas, no qual conheci também projetos como o Eparreh e MudaRock, que pude trocar contatos com as pessoas e me colocar à disposição para conhecer e ajudar. A ideia é esta: ajudar a Casa do Zezinho no seu trabalho de reconhecimento, respeito, inclusão.

E o que acontece no evento de hoje?

No lançamento da sua Agência de Marketing Digital, a AGZ 21, a Casa do Zezinho oferece uma amostra de todo potencial criativo dos adolescentes da Zona Sul de São Paulo que participam das suas atividades. Ao longo do dia haverá apresentações de suas Oficinas de Arte, Gastronomia, Mosaico, Musicais, Desfile de Moda, Jornalismo, Hip-Hop e Orquestra Toca Zezinho, que prometem agitar não somente o Parque Santo Antônio e a Zona Sul de São Paulo, mas todo Brasil com ampla cobertura nas mídias sociais realizadas pelos alunos da Casa do Zezinho.

E a pièce de résistence é o encontro com discussões entre os jovens e convidados com uma agenda concebida e batizada pelos próprios Zezinhos, os debates nos deixarão frente a frente com os jovens numa oportunidade única! A primeira mesa de discussão, sobre Popularização, democratização e uso consciente da internet, acontece às 10h com Fernando Lemos, Luciano Palma e os Zezinhos Daniela Dantas e Cintia Nunes do blog Meninas e Garotas. Às 11h acontece o debate Social media, internet e o novo mercado de trabalho com Luis Grottera, Fabio Augusto Silva, Ferrez e o ex-Zezinho Luciano Tavares. E é na mesa de discussão das 14h que eu estarei “opinando” sobre internet, sociedade, bens de consumo e sexualidade com Sheila Skitnevsky Finger (Instituto Mãe Pessoa), Marcos Lopes e Renata Oliveira (educadora da CZ).

20110903-233635.jpg

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook