De que geração eu sou?

Há algumas semanas, me preparando para o youPIX, vi um infográfico e o vídeo que incorporo abaixo e pensei:

– OMG! Eu quero ser Millennial! Não, na verdade, eu me sinto desta geração, afinal, a única identificação que tive com a Geração X foi gostar de Punk Rock.

A partir dai, quanto pano pra manga e quanto viés interessante para pensar em como estas “classificações” demoraram para fazer sentido para o brasileiro.

Vejam bem:

Quem é o tradicional Baby Boomer?

O felizardo nascido na euforia pós Segunda Guerra Mundial.

Mas quem nasceu nesta circunstância benfazeja?

Será que as crianças nascidas no Japão, Alemanha ou Itália na década de 1940 pode ser vista assim? E os brasileiros do interior, para quem os 50 anos em 5 de JK pouco significaram numa mudança da rotina de vida de sua família? E para as meninas na África ou do Oriente Médio de maioria muçulmana, com tradições culturais que oprimem as mulheres, como foi?

Poucos de fato viveram todo entusiasmo do pós-Guerra e deixaram para seus filhos o legado da leveza e descomprimidos social que marcou a Geração X, gerando os Yuppies e outras figuras das décadas de 1970/80.

Mas, com a globalização econômica, a era da informação e a popularização da internet finalmente pudemos ver uma geração mundial que se consolida como um fenômeno mais homogêneo: os Millennials.

E nestes mora minha esperança de que as coisas mudem. Ao mesmo tempo em que eles cabem muito mais num modelo universal – de fato as mudanças hoje chegam mais “ao mesmo tempo” para a maior parte do mundo do que em qualquer outra época da história da humanidade – a atual geração (Y, Z, seja lá que nome a gente dê para eles!) tem um foco no coletivo que nunca tivemos e creio nesta sua força como o grande fato de mudança social com o qual tantas gerações passadas sonharam e que ainda não conseguiram ver!

Estas diferenças de mundo é que estarão em debate hoje no youPIX, no painel “Geração C, geração Z, geração @, geração ctrl+c/ctrl+v ou geração OMG WTF LOL?“, que modero com Renato Guimarães às 19h30, no espaço Keep Calm and Hub On.

O evento, uma grande festa geek, acontece até quinta-feira, 05/07, no Parque do Ibirapuera, em 6 palcos com 112 atividades diferentes e 192 palestrantes  – confira tudo aqui.

Nos vemos lá?

E para os que não poderão estar presentes fisicamente, é possível acompanhar a transmissão ao vivo das atividades do Auditório e dos palcos Keep Calm and Hub On e 2 Girls, 1 Hub, diariamente das 14h às 23h.

P.S. E para quem não conhece:

youPIX é uma “plataforma que celebra, discute e é palco pra Cultura de Internet, dando espaço e voz pros agentes da revolução silenciosa que acontece através dos fios de rede e já mudou um sem número de aspectos da cultura, comportamento, negócios e da comunicação no mundo. Através de seu festival e revista, o youPIX leva a Cultura de Internet para a vida real, sempre de uma maneira descontraída, divertida, irreverente e provocadora, criando discussões, questionando e, acima de tudo, fazendo a comunidade digital de conteúdo se encontrar.

 

[update] Vídeo na íntegra:

[/update]

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook