Dar e receber

“Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Fazer é demonstrar que você sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você. Vocês são todos aprendizes, fazedores e professores”

Richard Bach, no livro Ilusões

galleryplayer-8_leaf.jpg

Estou sumida, com meus pais me visitando e meu Amor acamado. Hoje foi o último dia de aulas do Enzo (sim, ele está melhor da amidalite e agradeço as mensagens gentis pela recuperação dele! 🙂 )e amanhã os meninos seguem para Curitiba na companhia dos avós. Serão duas semanas de férias como mãe e -sinceramente- ainda não sei como vou me sair neste desafio. Webcams ligadas e a certeza de que neste mês minha conta de telefone vai subir m-u-i-t-o. São oito anos praticamente sem ficar só, vou precisar me readequar… mas eu preciso disto, Gui também e até a casa precisa porque temos que fazer uma obra no chão do banheiro e com menos moradores será mais fácil desativar um dos chuveiros da casa.

Ainda bem que minhas idéias e a vontade de transcrevê-las e desenvolvê-las aqui fervilhando. Hoje estava lendo uma revista que minha mãe trouxe e lá tinha um teste. Sei, já contei, adoro estas bobagens de testes e não tenho porque esconder aqui. Este teoricamente responderia:

Você é Yin ou Yang?
Responda o teste e descubra qual energia predomina em você

Já sabem que revista é? Bons Fluidos. Eu nunca tinha lido, não sei se compraria, mas achei uma matéria lá bem interessante e comentarei aqui. A seção é Dossiê: Dar e Receber e a matéria Uma estrada de duas mãos. Uma frase taoísta (“Se queres receber, deves primeiro dar: eis o início da inteligência”) e outra de Richard Bach (que abre este post) me levaram a uma nostalgia infantil, de livros que eu lia na segunda infância, ainda do tempo do Círculo do Livro. Para completar, vale ler 50 maneiras de se doar um pouquinho todo dia.

Gostei do apanhado sobre a origem das palavras e as sugestões para sairmos de nós ao escolhermos o que dar aos outros. Neste sentido, minha irmã caçula é uma “presenteadora” nata, poucas pessoas têm tamanho talento para se doar ao escolher presentes para os outros. Na linha do pensamento das Cinco Linguagens do Amor, ela seria a pessoa cuja linguagem é receber (dar) presentes (as outras são Qualidade de Tempo, Toque Físico, Formas de servir e Palavras e Afirmação). Além de se sentir genuinamente amada ao receber presentes, ela tem uma habilidade notável em nos dar esta sensação maravilhosa com seus mimos.

 

P.S. A resposa do meu teste explica porque as idéias fervilham e ando tão animada e produtiva (risos).

PREDOMÍNIO DE YANG

Sua personalidade, ou pelo menos a fase que está vivendo, é acentuadamente yang: ativa, dinâmica e expansiva. Você tem uma mente ágil, precisa e bastante facilidade para focalizar metas. Com o pensamento lógico e racional, sabe dar a dimensão aos fatos, equilibrando a visão do todo com atenção aos detalhes. Sente necessidade de estar sempre em movimento e costuma ser impaciente frente a pessoas com um ritmo mais lento que o seu. Neste momento, você pode estar se sentindo um furacão – em termos físicos ou emocionais. Cheio de energia para lidar com as tarefas do cotidiano e dar impulso a todos os seus projetos, também tende a querer impor sua opinião e a atropelar quem obstrua seu caminho. No corpo, o excesso de yang, a longo prazo, pode produzir tensão muscular, insônia, dores de cabeça e dificuldade para descontrair ou relaxar.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.