Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez…

“Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez.
Então solte suas amarras.
Afaste-se do porto seguro.
Agarre o vento em suas velas.
Explore.
Sonhe.
Descubra.”

Mark Twain

"Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Então solte suas amarras. Afaste-se do porto seguro. Agarre o vento em suas velas. Explore. Sonhe. Descubra."  Mark Twain

Pseudônimo de Samuel Langhorne Clemens, Mark Twain é conhecido pelos romances (considerados por alguns “histórias infantis“) Tom Sawyer (1876) e As aventuras de Huckleberry Finn (1885), muitas vezes considerado “O Maior Romance Americano”.

Infantis ou juvenis, como entendo as obras, os personagens e estes singelos livros (curtos, diretos) são o retrato do novo país e a proeza maior de Mark Twain é retratar os habitantes comuns com sua linguagem típica, que na tradução brasileira que temos tem a “voz” de Carlos Heitor Cony nos idos da década de 1970/80. Sawyer surge um século depois dos Estados Unidos conquistarem sua independência, numa época de consolidação da sua identidade, suas peculiaridades e seu jeito como povo.

As experiências pessoais e profissionais de Twain no Missouri, sul dos EUA, tanto no jornalismo quanto nos barcos a vapor que cruzavam os rios da região, marcando um ritmo de vida diferente, como acontece no norte do Brasil, serviram de inspiração e cenário para os personagens Huck e Sawyer, ambos jovens típicos da sua época e região, mas nada exemplares, nem em sua conduta, muito menos na forma como eram tratados pelos adultos. Como observamos hoje nas obras de Monteiro Lobato, Twain mostrava um mundo preconceituoso, injusto e muitas vezes cruel, mas capaz de nos encantar nas desventuras dos personagens, sempre interessantes e capazes de viver intensamente e de se arriscar como poucos de nós somos e menos gente ainda era no meio do século XIX.

Mark Twain- Tokyo Disneyland

Li os livros já adulta, incentivada por meu marido, que ganhou-os no aniversário de 7 anos (avaliem!). Alguns anos depois fomos juntos à Tokyo Disneyland e fiquei profundamente emocionada ao passear na cidade onde Huck e Tom aprontavam, ver o barco no rio e a ilha de Injun Joe… Confesso que me emocionou tanto quanto ver o Castelo da Cinderel iluminado ao anoitecer!

 Tokyo Disneyland

Curiosidade: Nascido durante uma das passagens do Cometa Halley, Twain morreu 74 anos depois, pouco depois do astro voltar a se aproximar da Terra.

P.S. Texto escrito no iPhone, perdoem eventuais erros de digitação. 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook