Dois romances fofinhos para ler nas férias

Nesta manhã, uma amiga que está saindo o para uma viagem longa e decisiva, me pediu indicação de um romance gostoso de ler, daqueles que são puro entretenimento e aumentam nossa fé nas boas coisas da vida.

Na hora me animei e indiquei dois livros que li recentemente pois também entrei nessa fase de buscar coisas leves.

São dois “livros bobinhos”, mas que devorei rapidinho e me fizeram bem como uma tarde de folga vendo sessão da tarde.

Um é Dália Azul, de Nora Roberts. Simpatizei com o livro, parte da Trilogia das flores, porque li uma entrevista de Nora contando que jardinagem é um hobby querido dela, o que depois entendi, explica bem as descrições super minuciosas das plantas! Mas, para quem gosta do tema, acaba sendo um aprendizado extra! Cada livro da trilogia trata de um casal e felizmente a trama não fica restrita aos protagonistas. Os personagens secundários (dizem que há um crossover de histórias!) também tem uma participação atuante no livro, amarrando as histórias de um jeito mais gostoso e permitindo uma empatia real.

Um é Dália Azul, de Nora Roberts.

Simpatizei com o livro, parte da Trilogia das flores, porque li uma entrevista de Nora contando que jardinagem é um hobby querido dela, o que depois entendi, explica bem as descrições super minuciosas das plantas! Mas, para quem gosta do tema, acaba sendo um aprendizado extra!

Cada livro da trilogia trata de um casal e felizmente a trama não fica restrita aos protagonistas. Os personagens secundários (dizem que há um crossover de histórias!) também tem uma participação atuante no livro, amarrando as histórias de um jeito mais gostoso e permitindo uma empatia real.

Sinopse:

A Harper House é uma mansão centenária localizada em Memphis – Tenessee. A mansão sempre pertenceu a família Harper e é famosa por dois motivos: Pela incrível empresa de jardinagem construída pela dona atual da casa e pela Noiva Harper, um fantasma que vive na casa há gerações, e que tem como hábito cantar canções de ninar para as crianças.

O outro é esse, muito fofinho. Eu confesso que escolhi pela capa porque o nome me remeteu a um filme muito triste que vi e que não é exatamente um “romance água com açúcar”. 

A sinopse, confesso, também não anima. Triângulo amoroso óbvio (o namorado antigo ou um estrangeiro bonitão?) me pareceu clichê demais. Mas segui meu instinto e valeu.

a historia de nós dois dicas de livro romanceA história tem alguns pontos que criam empatia natural: amizade, destino, responsabilidade filial, questionamentos sobre a medida do sucesso profissional e o valor da química entre um casal. Um plus foi o pano de fundo sobre Alzheimer.

Sinopse:

Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada. Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse. Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal. Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou… 

Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?

Os dois livros têm finais felizes e previsíveis, mas diante desse cotidiano que não segue nossos planos, é bom ter um pouco de previsibilidade né?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.