Da brincadeira com fantasias ao teatro na escola #BauDeDiversoes

Nesta semana, lendo o post de Gisele Barcellos contando das brincadeiras de fantasia em sua casa, percebi o quanto fantasiar e brincar de faz de conta sempre fez parte da nossa vida. Sempre estimulamos a imaginação dos meninos em brincadeiras que podiam ser muito aprimoradas com acessórios.

O capacete de bombeiro ou de construtor, a cabeça de um cão de pelúcia, peitoral e escudo de gladiador, roupas de super heróis ou de piloto de corrida… quantas lembranças deliciosas. Uma das melhores foi quando fizemos juntos uma fantasia de leão com juba e rabo coloridos, tudo feito de papel crepom. Durou um bom tempo e muitas tardes de brincadeira.

Visitei o Baú de Diversões de NINHO e percebi como brincadeira Inventando a Fantasia, que a gente sempre fez sem muito pensar, mais pelo “instinto criativo”, pode ser muito educativa. Para mim sempre foi também atividade terapêutica, desde quando eu usava os sapatos de salto da minha mãe até uma festa à qual fui na adolescência usando um terno do meu pai, a fantasia, sua preparação e a narrativa que a acompanhavam foram formas de reviver momentos e de ser quem não sou – e nem sempre quero ser, mas gosto de provar ser.

Para a criança a atividade tem um componente ainda mais importante: é uma chance impar de experimentação. Eles podem provar situações cotidianas das suas leituras, soltar a imaginação ou testar o cotidiano – lembro do quanto os meninos sonhavam com ternos para brincar de ser “papai no escritório”.

E por falar em terno, ontem eu vivi uma emoção como mãe ao ver no palco um mocinho “fantasiado” de velho vilão vingativo na peça de teatro da escola. Meu pequeno estava animado com o papel de antagonista na história que envolvia uma as grandes fantasias infantis, o Circo, com seus personagens tão queridos de uma infância feliz: o mágico, a bailarina, o malabarista.

🙂

Meu vilão favorito #aos9 (atuando na peça O circo chegou!)

O baú de diversões da NINHO Soleil continua e vale acompanhar as atividades de todas as mães blogueiras que assumiram o compromisso de abrir o Baú de Diversões nas suas casas e contar em seus blogs sobre as brincadeiras nas suas casas. Gisele Barcellos(@kidsindoors), Monica Brandão (@comercrescer), Eliane Ceccon (@1001roteirinhos), Sam Shiraishi (@samegui), Cybele Meyer (@educaja) e Tiffany Stica (@blogdati).

Acompanhe a gente e siga a hashtag #baudediversoes. E não deixe de contar aí nos comentários, no Twitter ou no seu blog quais são as suas atividades favoritas.

P.S. E no ano passado também teve teatro na escola e com fantasia, Giorgio foi o papai borboleta de Romeu, na peça Romeu e Julieta (versão de Ruth Rocha).

Posts relacionados

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook