destaque
imagem:pixabay

imagem:pixabay

De 01-05 agosto é a Semana Mundial do Aleitamento Materno, para reforçar a importância de alimentar bebês exclusivamente com leite materno durante os primeiros meses de vida. O tema deste ano é “Apoio as mães para amamentar a qualquer hora, em qualquer lugar”, para a conscientização de toda a sociedade no que diz respeito ao aleitamento materno.

O leite humano é o alimento ideal para o recém-nascido e nenhum outro alimento poderá substituí-lo com vantagem. A amamentação forma uma ligação biológica e emocional tanto para a saúde da mãe quanto da criança.

Mesmo conhecendo todos os benefícios, o desmame precoce ainda é muito frequente. No Brasil, a media nacional de aleitamento é de 72 dias.

Um dos fatores são as rachaduras do peito que causam desconforto e muitas dores para as mães, principalmente no puerpério (o período de 6 a 8 semanas pós-parto durante o qual o seu corpo sofre uma série de alterações para retornar ao estado pré-gravidez).

Aqui estão algumas sugestões para ajudar a lidar com os mamilos doloridos:

Antes de começar a amamentação:

Sente-se numa posição confortável e relaxe o máximo que puder.

Massageie os seios suavemente e coloque uma toalha quente calor para facilitar que o leite a fluia.

Molhar com um pouco de leite para amaciar a aréola para lubrificar o mamilo.

Durante a amamentação:

Oferecer o lado menos dolorido em primeiro lugar.

Certifique-se de bebê está posicionado corretamente, como esteja incômodo, experimente posições diferentes.

Depois da mamada:

Deixe seu sutiã aberto por alguns minutos até que os mamilos estejam secos.

Mantenha mamilos secos, permitindo que o ar circule.

Evite:

Usar esfregar os mamilos com esponjas e toalhas ásperas.

Usar sutiã muito apertados. Vestindo sutiãs mal equipadas e de enfermagem almofadas lastreados em plástico.

Usar bombas de mama que tenham forte sucção que podem prejudicar seus mamilos.

Importante:

Caso as dores forem muito intensas, entre em contato com o seu médico para que ele oriente quais são as melhores indicações para seu caso em específico.

 


Estatísticas