Correria e as férias da mamãe

ferias-1.jpgDois dias sem postar. Mil idéias esperando para tomar forma na digitação – que nem sempre consegue ter o ritmo que eu queria, porque não acompanham minha mente – e o tempo do dia tomado por uma obrigação que protelei tanto que quase perdi! Vai parecer mentira, mas eu simplesmente esqueci de olhar nos papéis de matrícula dos meus filhos na escola em que dia as aulas começavam. Tinha uma lembrança vaga da data de 29/01, que acreditava ser o dia da entrega dos materiais. Nesta segunda pela manhã avisei que me ausentaria do escritório e combinei que aproveitaria a companhia da minha mãe para ir ao Armarinhos Fernando comprar os tais materiais. Quando pego os envelopes da escola (tinha deixado tudo nos envelopes, nem o contrato ou a requisição formal de matrícula tinham sido preenchidas e assinadas desde final de novembro) para ver as listas de materiais, um susto: data de início das aulas, 29 de janeiro!

Passei o dia entre nos uniformes, encapar e etiquetar cadernos e peregrinar em papelarias para conseguir tudo de “estranho” que as listas pedem. À noite, para completar a correria do dia, reunião de pais na escola para o início das aulas. Eu estava animada porque só tinha uma reunião (agora que meu caçula está no ensino fundamental como o irmão mais velho), mas descobri que a correria duplicou e fiquei com um pé cá outro lá nas duas salas, terminando apenas a conversa com as professoras bem tarde e sendo a última mãe a sair de lá. O ano promete! 😉 Mas o que conta é que a mamãe aqui agora vai poder, finalmente, voltar à rotina de vida profissional “normal”. Dizem que as férias das mães só começa no final das férias dos filhos! 😉

P.S. Contei detalhes da nossa correria de ontem com os materiais escolares e minha impressão sobre os gastos no  post Volta às aulas, no blog do Desabafo de Mãe.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook