Consumidor (ainda) opta por produtos de limpeza de marcas convencionais

“Um dos objetivos da Biodinâmica é criar o “Organismo Sítio/fazenda” onde os quatro reinos (terra/água – plantas – animais e seres humanos) estão integrados e harmonizados de maneira pura e ecológica: tenta-se produzir tudo nesse organismo individual que é cada sítio/fazenda, criando assim um ciclo entre todos os organismos, em que um serve ao outro: desde hortaliças até a comida para animais e o esterco para o composto.”

Desde que ouço falar de conscientização pelo meio ambiente, tema que está em voga há cerca de 30 anos e que se faz cada dia mais importante, vejo que caminhamos a passos largos para uma conscientização de que é uma luta que devemos encarar não pelos outros, mas por uma vida sustentável para todos nós, os seres vivos. Se antigamente a primeira ideia que nos vinha à mente em ecologia era a preservação das matas, hoje a poluição das águas é um dos problemas atuais mais preocupantes e debatidos.

Li há alguns dias os resultados de uma pesquisa do IBOPE  em que foram eleitos os Produtos do Ano 2010 e o articulista comentava, ao citar uma marca de produtos ligada à Biodinâmica, que podemos notar que grande parte das pessoas não relaciona o seu consumo doméstico com a prática sustentável de fato, dando preferência ao uso de produtos de limpeza de marcas convencionais em detrimento do que são realmente (e não só autonomeados) naturais e inofensivos ao meio ambiente.

E onde mora o problema destas escolhas por marcas nas quais confiamos por gerações? Os produtos de limpeza podem carregar em sua composição substâncias nocivas não só à natureza, como também à saúde.

Você sabe quais são estas substâncias?

  • Fosfato: presente em maior percentual na composição dos detergentes. Apesar de eficaz, atua nos mananciais como adubo para plantas aquáticas e algas, além de esgotar o oxigênio da água.
  • Conservante: atua como componente bacteriostático. Não elimina as bactérias, apenas inibe a reprodução.
  • Formaldeído: tipo de conservante muito utilizado devido sua efetividade e baixo custo. Em exposições crônicas, pode causar câncer.
  • Tensoativos: presente nos detergentes, são responsáveis pela remoção das sujidades. Por lei, devem ser biodegradáveis, mas continuam sendo derivados de petróleo.
  • Branqueadores Ópticos: encontrados em sabão em pó e barra, são substâncias fluorescentes que, aplicado ao produto, confere tonalidade branca. Ao lavar a roupa, partículas do branqueador se prendem no tecido. Em contato com a luz, tais partículas dão a sensação de que a roupa ficou mais branca do que estava antes de ser lavada.
  • Fragrâncias e corantes: em geral, tais componentes, presentes nos produtos de limpeza, são derivados de petróleo, ou seja, sintéticos, que causam alergias e poluem o meio ambiente. Nas formulações de origem vegetal as fragrâncias são de óleos essenciais e os corantes derivados de plantas.

Estamos falando de produtos que usamos em casa, nada muito fora do seu normal: desengordurantes, desinfetantes, detergentes líquido para lavagem de louça e de roupa, amaciantes e sabões em pó. Mas como substituí-los? O ideal seria optar por produtos ecologicamente responsáveis, que utilizam matérias primas de origem vegetal, livres de petroquímico, mas, aqui entre nós, eles são bem mais caros. Mesmo quando faço a conta do custo X benefício X durabilidade eu fico achando que não vai caber no meu orçamento. Daí eu recorro a dicas antigas – que são cada dia mais atuais – que nos estimulam a usar produtos simples que são grandes aliados na higiene doméstica. Veja abaixo alguns links de dicas ótimas que encontrei no MdeMulher:

  • Bicarbonato de sódio – O produto tem o poder de deixar as panelas brilhando, o carpete cheiroso e o banheiro sem mofo.
  • Vinagre branco -Impressionante como o produto é versátil: além de ótimo na cozinha, ajuda você a limpar o seu lar sem gastar com produtos – ou prejudicar o meio ambiente!
  • Maisena – Essa farinha branca é mesmo poderosa: deixa a goma na medida certa, remove gordura em tecidos e pisos e ainda limpa a prataria.
  • Talco – Seu poder de absorver certas substâncias e grudar em outras ajuda a diminuir ruídos e tirar manchas, por exemplo.
  • Borra de café – Na jardinagem, na limpeza, com os pets, na decoração e na cozinha, é possível tirar proveito das sobras do café.

E aí, na sua família, tem algum truque que você sabe que funciona e usa sempre? Compartilhe com a gente. 🙂

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook