Conectando pessoas

Em inglês, esta frase já se tornou um símbolo da finlandesa Nokia. Sempre achei perfeita para uma empresa de mobile e, como sabem, estou apoiando uma das causas da Nokia como embaixadora do Connect Art – e confesso que fora meu atual smartphone (um velhinho 2G Qtek, agora HTC), todos os meus celulares foram da Nokia porque adoro a interface intuitiva deles. 

Para piorar (ou melhorar), estive com vários “viciados” como eu no Nokia Social Media Connections há duas semanas – e desde então eu devia um post aqui, contando um pouco da minha experiência.  Voltei de lá com uma nova “turma” de amigos virtuais (além de tornar reais alguns amigos online, como a @veriserpa e a @cynarar), a maioria entusiasta das facilidades da marca.

Mas antes da experiência, vou contar da expectativa. Saí de casa imaginando “perder” o sábado de sol com minha família num encontro “mais do mesmo“, com as mesmas caras amigas dos blogs, no mesmo lugar de sempre, ouvindo e fingindo discutir os mesmos temas. Para minha surpresa, estive num dos eventos mais marcantes da minha vida. 

Descobri no sábado que a Nokia merece todos os créditos da interface intuitiva e da frase. No Nokia Social Media Connections eu e 30 pessoas envolvidas em mídias sociais – blogueiros, moderadores de comunidades de orkut, líderes de fóruns de tecnologia – pudemos interagir de uma forma inusitada e pela primeira vez, graças à condução do @lagarra, descobri o sentido de integração de uma dinâmica de grupo bem feita. Voltei de lá sabendo tanto das pessoas, mesmo sem saber quase nada do que formalmente costumamos apresentar (profissão, status, etc) que me senti em casa.

Ao final do dia olhava para os rostos cansados e sorridentes e, de alguma forma, me via em cada um. Dos mais marcantes estava @bulla, responsável na Nokia do Brasil pelo empreeendimento corajoso, pela proposta inovadora de reunir pessoas para conversar sobre sua forma de se conectar com o mundo, independente da interface que usam –  para terem uma idéia, o gadget mais citado e lembrado foi o Atari!

Qual foi o saldo? Voltei feliz, esticamos num #NOB (nerd on beer) com o pessoal de fora (que acabou cireroneado pelo @mobilon porque o bar não aceitou que meus filhos entrassem e voltei antes para casa) e  além da agenda lotada de novos contatos (e uma vontade imensa de ter um N95 ou um E71 huahuahua), fiquei orgulhosa (modéstia mode off) por estar à frente do Connect Art. Só mesmo uma empresa que entende a importância dos relacionamentos sugeriria uma conexão, uma aproximação da experiência sensorial entre a arte e seu consumidor.

Aliás, falta só uma semana: passem lá e votem no Connect Art para podermos passear num museu tendo como guia um celular da Nokia a nos orientar no caminho de história e beleza proporcionado pela arte. 

Pessoal que esteve presente no 1 Nokia social media connections
Foto "roubada" do The Best 😉

P.S. Copiei a lista dos participantes que o gentil e simpático Rodrigo Toledo postou (aliás, hoje o vi no trânsito congestionado e quem disse que tinha anotado o fone para ligar e dar oi?): José Antônio (NokiaBr), Tiago Dória (Tiago Doria Weblog), Samantha Shiraishi(Nossa Via), Tiago Mobilon (Tecnoblog), Luiz Jerônimo (Tarja Preta), Rodrigo S. Toledo (rodrigostoledo), Jonny Ken (Infopod), Renê Fraga (Google Discovery),  Gilberto Knuttz (Ueba), Daniel Soares (xPock), Cynara Peixoto (Mundo Tecno), Juliano Eberhardt (inDrops) e Veridiana Serpa (Geek Chic), Helton Kuhnen (HiTech Live Blogs), Symbians MalucoGalera Mobile, Marcelo Tinoco (Symbian Solution), além de comunidades da Nokia e Symbian do orkut, fóruns de tecnologia de quase todas as regiões do país, representantes do Baboo Fórum, Plug GSM, Superdownloads, Clube do Hardware e entre muitos outros (espero não ter esquecido de ninguém!). 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook