educação

Quando eu estava na escola, meu sonho era não ter vestibular e o ingresso na universidade ser feito através do histórico escolar. Minha mãe me contava que em outros países era assim e que desde seu ingresso na faculdade, no final dos anos 1960, já se discutia isso no Brasil. Enfim, este sistema está sendo implantado no Brasil com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mas ainda há provas e outras coisas no caminho (inclusive frautes, né?) – e há muito o que discutir sobre a Crise do ensino médio, como lembrou @cybelemeyer.

Pelo que entendo, o objetivo do ENEM é proporcionar uma auto-avaliação do aluno através das habilidades e competências que formam o exame, não ser um novo vestibular. As provas de 2009 serão aplicadas nos dias 05 e 06/12 para mais de 4,1 milhões de candidatos inscritos com 180 questões de múltipla escolha das áreas de ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática – e, felizmente, há também uma redação.

Hoje eu li no G1 uma matéria com dicas de professores do Etapa e Anglo para quem vai fazer a prova e, sinceramente, me lembraram dicas de vestibular. Será assim mesmo? Não sei, mas, anyway, deixo abaixo as dicas para quem está envolvido na prova:

Ciências da natureza e suas tecnologias
– É provável que apareçam situações do cotidiano, como pedir para calcular o gasto de energia de um chuveiro elétrico
– Na parte de química, as questões ambientais devem dominar
– Matemática básica e regra de três valores devem ser suficientes para resolver as questões de química e física
– Em biologia, a parte de saúde pública tem grande chance de estar presente em algumas questões
– Entre os temas de biologia, devem ser cobrados: parasitoses, evolução, genética e ecologia

Ciências humanas e suas tecnologias
– Candidatos terão de interpretar gráficos e tabelas, especialmente na parte de geografia
– Assuntos da atualidade, presentes no noticiário, também podem aparecer
– Questões ligadas à África e a minorias, como os índios, devem ser cobradas
– Por via das dúvidas, a sugestão é marcar a alternativa potiticamente correta

Linguagens, códigos e suas tecnologias
– Exigirá bastante leitura e capacidade de interpretar textos
– Questão da prova que vazou exigia a análise da linguagem usada na internet, mais abreviada, em contraposição à norma padrão. Pode aparecer de novo
– Identificação das diferentes funções da linguagem, como no texto jornalístico ou na poesia
– Além de textos, outros recursos devem aparecer nas questões, como tiras de histórias em quadrinhos

Matemática e suas tecnologias
– Temas cobrados em anos anteriores e que apareceram na prova do Enem que vazou incluem porcentagem, grandezas proporcionais, geometria, análise combinatória e probabilidade
– Por serem relativamente poucos temas, a prova deve ser bastante repetitiva e cansativa
– Questões devem exigir interpretação de texto para solucionar problemas
– Há grandes chances de ser cobrada pelo menos uma questão de estatística
– Provavelmente não será preciso fazer muito cálculo
– Vale fazer leitura atenta do enunciado; muitas vezes, a resposta pode ser obtida com base na interpretação de texto

Redação
– Texto deve ter em torno de 30 linhas; seja objetivo
– Gênero dissertativo: deve ter introdução, parágrafos de desenvolvimento com argumentação, defendendo um ponto de vista, e a conclusão
– Tendência é que o tema seja de cunho social. Na prova do Enem que vazou, o tema era sobre a “valorização do idoso”
– Não há tempo extra para passar a limpo

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas