Como faremos transformações de investimento social que alcancem os jovens? Descubra hoje no GIFE

20140319-160611.jpg

Como faremos transformações de investimento social que alcancem os jovens?

Na plenária de abertura do Congresso GIFE ouvimos algumas respostas e muitas novas perguntas e questões para respondermos no evento que acontece de hoje a sexta em São Paulo.

O @avidaquer é um dos blogs parceiros oficiais do evento e convidamos todos a nós acompanharem por aqui, pela fanpage e pelo instagram, pensando no investimento social como parte de um sistema mais amplo de economia social.

Os painéis debaterão também estratégias de uso de recursos privados para interesse público que contribuem para definir os contornos, pouco precisos, do setor e as transformações provocadas pelas novas tecnologias de informação e comunicação e pela construção de novas redes e formas de associação que têm profundo impacto potencial nos rumos do investimento social no Brasil e no mundo.

Quais os atributos de um investimento social transformador? De que maneira a construção de uma sociedade civil digital impacta a atuação no campo social? A plenária de abertura do Congresso busca colocar em discussão as tendências que deverão influenciar o desenvolvimento do investimento social e da sociedade civil no Brasil nos próximos anos.

Palestrantes:
Lucy Bernholz – Stanford University (keynote speaker)
Andre Degenszajn – Gife (mediador)
Ana Toni – GIP – Gestão de Interesse Público, Pesquisa e Consultoria
Denis Mizne – Fundação Lemann
Ricardo Abramovay – FEA – USP

Sobre o evento:

O Congresso GIFE é o principal encontro sobre investimento social do Brasil, realizado desde 2000 a cada dois anos. O evento reúne as principais lideranças de investidores sociais do país, além de dirigentes de organizações da sociedade civil, acadêmicos, consultores e representantes de governos, proporcionando um espaço para aprendizado, relacionamento e troca de experiências.

O contexto econômico e político atual mais amplo, de questionamento latente das formas tradicionais de representação das organizações da sociedade civil e da capacidade de geração de valor das empresas para a sociedade, coloca ao investimento social o desafio de romper com o isolamento e pensar em estratégias capazes de conferir novos contornos à atuação social. Sua relevância passa a estar vinculada à capacidade de fortalecer outras dimensões da atuação social, seja pelo aprofundamento da responsabilidade social empresarial, pela contribuição às políticas públicas ou pelo fortalecimento das organizações da sociedade civil.
São diversos os caminhos para essa construção. A 8ª edição do Congresso GIFE se propõe a discutir a atualidade do investimento social por meio de quatro eixos principais: inovação, impacto, escala e redes.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook