cidadania

Ontem, em Ipanema, no Rio, tive que parar minha caminhada para fotografar esta bicicleta estacionada numa calçada perto da rua Maria Quitéria. É meu atual sonho de consumo, sabem? Uma dobrável assim seria perfeita para ir comigo no transporte público (metrô) sem problemas e também seria igualmente prática para estacionar onde quer que eu precise.

Infelizmente ainda não é minha realidade e justamente neste dia tenho compromissos a 22km da minha casa, lá no Social Media Week São Paulo. Mas aqui comecei há anos a mudança de hábitos necessária para um ajuste à vida sem carro.

Você já pensou como traçaria uma estratégia real para reduzir o uso do carro?

Li estas dicas e gostei!

  • Planeje seus deslocamentos
  • Percorra distâncias curtas a pé ou de bicicleta
  • Utilize transportes coletivos pelo menos um dia por semana para ir ao trabalho
  • Prefira meios de transportes limpos aos poluentes
  • Quando utilizar o carro, dirija com economia
  • Prefira automóveis com motores movidos a álcool (combustível menos poluente do que a gasolina)

Depois destas mudanças, servindo já de exemplo vivo de que é possível mudar, podemos começar a atuar de forma cidadã, cobrando das autoridades públicas de nossas cidades medidas que facilitem esta troca para um grande número de pessoas. São mudanças que terão grande valor para toda comunidade:

  • Renovação/expansão da frota e capilaridade dos sistemas de transportes coletivos (como ônibus, metrô e trem)
  • Criação/expansão de ciclovias nas cidades
  • Aluguel de bicicletas públicas
  • Criação de bicicletários (estacionamentos públicos de bicicletas) em pontos estratégicos

E para quem está pensando seriamente no tema, vale “brincar” com o infográfico que vi neste post e trouxe para cá. O aplicativo interativo é do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente e faz o cálculo da emissão C02 por tipo de transporte. Faça suas contas e comece hoje a mudar de rotina!

­ 
 

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas