Com uma parede dessas, prá quê justificativas na vida?

 “In this house…
We are real. 
We make mistakes
We say I’m sorry 
We give second chances
We have fun
We give hugs
We forgive
We do really loud
We are patient
We love.” 

Preciso dizer que me vi nestas palavras? Poderia ser a parede lá de casa!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook