bem estar / entretenimento

Uma das coisas mais complicadas é explicar para crianças as doenças de adultos. Se elas podem acontecer com os pais ou avós, fica ainda mais difícil. Por isso gostei quando li sobre esta peça de teatro que trata do câncer de mama. A historinha é simples: um casal com filhos vai buscar na escola informações para tratar um nódulo no seio da mãe. Na divertida apresentação (do tipo uma história dentro de outra) não há referência à palavra câncer, que parece ficar dissolvida nos atores que interpretam personagens femininas, atrizes nos papéis masculinos, mistura de teatro, música, dança e figurinos coloridos, chamativos.

“A idéia é que as crianças assimilem a importância da prevenção ao câncer de mama desde cedo e levem esse conhecimento para dentro de casa”, esclarece  Lúcia Bludeni, presidente do Se Toque – Instituto de Desenvolvimento Social, uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, criada em 2005 e que desenvolve programas educacionais voltados para a prevenção do câncer de mama. Após as apresentações, as crianças recebem de presente o Colar da Vida – símbolo do combate ao câncer de mama precoce – para que entreguem às suas mães e irmãs, junto de folhetos explicativos. O “Colar da Vida” é um colar feito em imitação de pérolas que remetem simbolicamente aos nódulos do câncer de mama e as chances de cura conforme o tamanho do tumor.

Essa campanha é a única no País, pois educa e orienta crianças, jovens e adultos sobre a importância do auto-exame mensal e transmite conhecimentos às camadas sociais menos favorecidas, em que o acesso à informação é mais restrito. Em 2007, a campanha levou informações sobre a prevenção do câncer de mama para 20 mil pessoas e a expectativa, para esse ano, é de abranger cerca de 100 mil pessoas.
Grupo teatral “Contação de Histórias”

Serviço

  • Contação de Histórias
  • Dia: 13 de setembro, às 17h
  • Gratuito
  • Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902) 
  • Informações: (11) 3791-0143
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas