Cirurgias plásticas para sucesso profissional

Hoje pela manhã vi esta reportagem no Bom Dia Brasil e fiquei chocada. Tudo bem que assistimos Nip Tuk e rimos um pouco, mas não dá para aceitar que a pessoa precise fazer plástica no queixo para se sentir mais confiante para pedir um aumento. Que mundo é esse?

 Este mundo de consumismo exacerbado me lembrou a promoção que está no Nossa Via, participem e comentem o texto Mulher, Mídia e Consumo. Você pode ganhar um exemplar do livro A Beleza Impossível da psicóloga e feminista Rachel Moreno. Participe, dê sua opinião sobre a relação da mulher, da mídia e do consumo, conte para nós como você reage à pressão social para ser uma mulher esteticamente perfeita.

P.S. Vi agora que minha irmã postou sobre o tema em Cirurgia Plástica para a auto-estima?. Que sintonia! Se morássemos juntas ainda, teria sido tema de conversa acalorada no almoço na casa dos nossos pais.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.